Japão diz que operadora de usina não será nacionalizada

A Tepco pagará 50 bilhões de ienes (599 milhões de dólares) em compensação provisória para os moradores que vivem perto da usina

Tóquio - A Tokyo Electric Power Co (Tepco), empresa que opera a usina nuclear Fukushima Daiichi atingida pelo terremoto, não será nacionalizada, afirmou o ministro do Comércio japonês, Banri Kaieda, segundo a agência de notícias Jiji, na sexta-feira (horário local).

A Tepco pagará 50 bilhões de ienes (599 milhões de dólares) em compensação provisória para os moradores que vivem perto da usina e que foram retirados desde que os sistemas de refrigeração foram danificados pelo devastador terremoto seguido de tsunami de 11 de março, disse Kaieda, segundo a agência.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.