Iraque enforca 36 integrantes do EI por massacre de recrutas

Iraque enforcou 36 condenados pelo massacre de "Speicher", no qual centenas de recrutas sequestrados foram mortos pelo Estado Islâmico

O Iraque executou neste domingo 36 condenados por um massacre no qual morreram centenas de recrutas que foram sequestrados de uma base situado perto de Tikrit nos primeiros dias da ofensiva do grupo jihadista em 2014.

Os 36 executados na prisão de Nasiriya foram condenados por sua participação no chamado massacre de “Speicher”, depois do sequestro de 1.700 recrutas reivindicados pelo grupo Estado Islâmico.

A execução foi aprovada pelo presidente Fuad Masum, que obrigatoriamente deve dar sua aprovação.

Depois da morte de centenas de pessoas em um ataque em Bagdá no mês passado, o primeiro-ministro Haider al Abadi disse que queria tornar mais rápidas as execuções dos condenados por terrorismo.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.