Indignação contra atentados não pode prejudicar refugiados

O apelo foi feito pela ANHCR, agência de refugiados da ONU

Dubai - A indignação contra os atentados terroristas em Bruxelas não deve se voltar contra os refugiados que chegam ao continente europeu, afirmou hoje o coordenador do escritório das Nações Unidas para os refugiados do Oriente Médio e Norte da África, Amin Awad.

Segundo Awad, os imigrantes fogem porque não tem opção, porque se tornaram mais pobres e porque enfrentavam diariamente atos de violência. "Aglomerá-los e dizer que eles são um risco à segurança é um erro", afirmou.

O dirigente lembrou que um dos principais desafios para a agência de refugiados da ONU, a UNHCR, é a profunda falta de recursos para lidar com a maior crise imigratória da Europa desde a Segunda Guerra Mundial. Awad criticou a resposta política mundial à crise, que considera "falha".

"O mundo está falhando com o povo sírio", disse.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.