Mundo

Gorjetas no exterior: dicas para viajar sem estresse

Viajar para o exterior é sempre bom, mas as gorjetas podem causar um problema

O valor da gorjeta é sempre um problema em viagens internacionais. ( Grace Cary/Getty Images)

O valor da gorjeta é sempre um problema em viagens internacionais. ( Grace Cary/Getty Images)

Fernando Olivieri
Fernando Olivieri

Redator na Exame

Publicado em 12 de junho de 2024 às 15h19.

Viajar para o exterior pode ser uma experiência incrível, mas também pode gerar dúvidas sobre costumes locais, como a cultura das gorjetas. Diferentemente de alguns países como os Estados Unidos, onde a gorjeta é generosa e muitas vezes obrigatória, em outros países as regras são menos rígidas e variam de acordo com a região e o tipo de serviço. Essa disparidade cultural pode gerar insegurança e constrangimentos para quem não está familiarizado com os costumes locais.

De acordo com a Inc., para evitar situações desconfortáveis e aproveitar ao máximo sua experiência internacional, este guia prático apresenta dicas valiosas sobre como lidar com as gorjetas em terras estrangeiras. Prepare-se para navegar com tranquilidade por este mar de costumes e demonstrar apreço pela cultura local de forma autêntica e respeitosa.

Serviço incluso na conta?

Ao receber a conta em um restaurante ou bar, é crucial verificar se o valor já inclui uma taxa do trabalho, geralmente indicada como "custo pelo serviço". Essa taxa, que pode variar de acordo com o país e o estabelecimento, representa a gorjeta e pode ser obrigatória ou opcional.

Gorjeta x propina

É fundamental distinguir entre gorjeta e propina. A gorjeta, como mencionado anteriormente, é um valor voluntário que você deixa para recompensar um bom atendimento. Já a propina é um pagamento extra, muitas vezes ilegal, para obter um favor ou agilizar um serviço.

Arredondar e ser discreto

Ao pegar um táxi, é comum arredondar o valor da corrida para cima. Por exemplo, se a corrida custar 10 euros, você pode pagar 12 euros. Evite deixar grandes quantias em troco, a menos que o serviço tenha sido excepcional. Em restaurantes, a gorjeta costuma ser de 10% do valor da conta. Você pode deixar o valor em dinheiro na mesa ou informá-lo ao garçom no momento do pagamento com cartão. Caso o atendimento tenha sido excelente, você pode considerar um valor um pouco maior.

Menos é mais

Evite usar como referência o valor das gorjetas do seu país de origem. Na maioria dos países, valores menores são suficientes para demonstrar apreço pelo atendimento.

Confie na sua intuição

Observe a situação e use seu bom senso. Caso a pessoa parece estar esperando por uma gorjeta, ofereça um valor discreto. Se não tiver certeza, não se preocupe.

Acompanhe tudo sobre:dicas-de-viagemTurismo

Mais de Mundo

Republicanos exigem renúncia de Biden, e democratas celebram legado

Apesar de Kamala ter melhor desempenho que Biden, pesquisas mostram vantagem de Trump após ataque

A estratégia dos republicanos para lidar com a saída de Biden

Se eleita, Kamala será primeira mulher a presidir os EUA

Mais na Exame