Google vai bancar sistema solar para 3 mil residências nos EUA

A empresa anunciou financiamento de US$ 75 milhões para instalação de paineis fotovoltaicos em centenas de residências americanas

São Paulo – Em mais uma ação para promover seu lado verde, o Google anunciou na noite de ontem que vai bancar a instalação de sistemas de geração de energia solar em três mil residências americanas.

O gigante da internet vai fechar uma parceria com a empresa Clean Power Finance (CPF) com intuito de criar um fundo de 75 milhões de dólares (R$ 135 milhões de reais) para financiar projetos residenciais de energia solar. O Google terá a propriedade dos paineis fotovoltaicos que serão instalados sobre os telhados das casas, e os moradores vão pagar pela energia que consumir.

Nos Estados Unidos a compra e instalação de um sistema solar doméstico custa entre 30 mil e 40 mil dólares, valor que assusta muitos consumidores e desestimula a adesão a essa fonte de energia alternativa. Mas com o financiamento, a instalação sairá de graça e, segundo o Google, a energia solar custará menos do que a da rede elétrica tradicional.

Mais, esse movimento vai puxar todo uma rede de fornecedores. É justamente aí que entra a Clean Power Finance, com uma plataforma que aproxima as empresas de paineis fotovoltaicos e investidores, como o Google. “Com isso, os instaladores de sistemas podem vender mais e expandir o seu negócio”, comentou Rick Needham, diretor de operações de negócios verdes do Google no blog oficial da empresa.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 1,90

Nos três primeiros meses,
após este período: R$ 15,90

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.
Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.