Goleiro sobrevive a desabamento de ponte na Itália

O goleiro Davide Capello caiu com o desabamento da ponte, mas consegui sair do carro que estava destruído e telefonar para os bombeiros
Estava passando pela ponte quando, num certo ponto, vi a estrada à minha frente colapsar, disse Capello (Stefano Rellandini/Reuters)
Estava passando pela ponte quando, num certo ponto, vi a estrada à minha frente colapsar, disse Capello (Stefano Rellandini/Reuters)
E
Estadão ConteúdoPublicado em 15/08/2018 às 11:51.

Gênova - Na última terça-feira, a ponte Morandi, em Gênova, na Itália, despencou e deixou ao menos 39 mortos no colapso. No local do acidente estava o goleiro Davide Capello, ex-atleta do Cagliari e que atualmente joga pelo Legino Calcio, clube amador da cidade da região da Ligúria.

"Devo ter caído uns 20 metros, meu carro ficou destruído. Eu consegui descer e telefonar para os bombeiros, depois liguei para minha família. Foi chocante. Sinto que nasci de novo. Fui tocado por um milagre", desabafou o jogador de 36 anos em entrevista ao jornal italiano La Repubblica.

"Estava passando pela ponte quando, num certo ponto, vi a estrada à minha frente colapsar. Eu também caí. Fiquei preso com o carro em ferragens e por isso não despenquei", contou o goleiro ao canal de TV italiano Sky Tg24.

Davide Capello também descreveu que não se lembra de ter visto um raio ou algo atingir a ponte, mas que no momento do acidente chovia bastante. "Só tenho uma memória na cabeça: a estrada a cair", afirmou o goleiro italiano.