Furacão Dorian provoca cancelamento de centenas de voos nos EUA

Aeroportos da Flórida, Carolina do Norte e de Atlanta foram afetados tiveram voos cancelados por conta do furacão Dorian

Washington — Centenas de voos foram cancelados nos Estados Unidos nesta segunda-feira por conta da iminente chegada do furacão Dorian, de categoria 5 – a máxima da escala Saffir-Simpson -, à costa sudeste do país.

De acordo com o site “FlightAware”, quase 600 voos programados para hoje foram cancelados.

Particularmente, cinco aeroportos da Flórida, um da Carolina do Norte e outro de Atlanta foram afetados; todos eles afirmam que podem ser afetados pelo fenômeno climático.

Companhias aéreas como American Airlines, Southwest, JetBlue, Spirit, United e Frontier estão oferecendo aos passageiros a opção de mudar ou atrasar seus voos, por causa de Dorian.

A American Airlines está facilitando a troca de voos para pessoas que planejavam viajar para ou a partir de oito aeroportos da Carolina do Norte, Carolina do Sul e Geórgia entre os dias 1º e 7 deste mês, sob determinadas condições.

O mesmo ofereceu aos passageiros que tivessem bilhetes para voar para ou a partir de 13 aeroportos da Flórida entre os dias 29 de agosto a 4 de setembro.

A possível chegada do poderoso furacão Dorian na costa leste da Flórida, nesta segunda, levou ao fechamento de aeroportos e portos e à suspensão dos serviços de trem, além de atrasar o retorno às aulas de milhares de estudantes de escolas e universidades.

Ontem, o governador da Carolina do Sul, Henry McMaster, ordenou a evacuação obrigatória a partir das 12h (hora local) de hoje das áreas costeiras deste estado diante da possível chegada do furacão.

O Centro Nacional de Furacões (NHC, na sigla em inglês) dos EUA informou hoje que Dorian continua assolando o norte das Bahamas com ventos de 270 km/h enquanto segue muito lentamente para a costa da Flórida.

Após deixar amanhã a Grand Bahama, localizada a menos de 100 quilômetros do litoral dos EUA, Dorian está programado para viajar ao longo da costa da Flórida, em direção ao norte, até chegar a Geórgia, Carolina do Norte e Carolina do Sul.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.