Força-tarefa apreende mais de US$ 30 bilhões em bens de oligarcas russos

"Continuamos aumentando o custo da guerra da Rússia", afirmou o Tesouro dos EUA no comunicado
Oligarcas russos: iates e outras embarcações também foram apreendidos (AFP/AFP)
Oligarcas russos: iates e outras embarcações também foram apreendidos (AFP/AFP)
E
Estadão Conteúdo

Publicado em 29/06/2022 às 14:33.

Última atualização em 29/06/2022 às 14:36.

Uma força-tarefa multinacional criada para apreender bens de oligarcas russos bloqueou ou congelou mais de US$ 30 bilhões em propriedades e recursos financeiros de indivíduos que sofreram sanções em seus primeiros 100 dias de operação, segundo comunicado do Departamento do Tesouro dos Estados Unidos divulgado nesta quarta-feira, 29.

Como parte de amplas sanções impostas à Rússia pela invasão da Ucrânia, iates e outras embarcações de oligarcas russos também foram apreendidos e cerca de US$ 300 bilhões em ativos do Banco Central da Rússia foram imobilizados, informa o Tesouro americano.

"Continuamos aumentando o custo da guerra da Rússia", afirmou o Tesouro dos EUA no comunicado, ao se referir ao trabalho da Repo, como é conhecida a força-tarefa.