Fim do sequestro de voluntários estrangeiros no Quênia

Um deles foi ferido por um tiro em uma perna

Nairóbi - Os quatro trabalhadores humanitários sequestrados na sexta-feira em um campo de refugiados de Dadaab (leste do Quênia) no ataque a um comboio de uma ONG foram libertados no sul da Somália.

"Estão em um local seguro, em nossas mãos, foram libertados", afirmou o porta-voz do Exército queniano, Cyrus Oguna.

Um deles foi ferido por um tiro em uma perna, segundo Oguna.

Os quatro reféns - un canadiense, uma paquistanesa, uma norueguesa e um filipino - trabalham para o Norwegian Refugee Council (NRC, Conselho Norueguês para os Refugiados).

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.