Fifa irá reconstruir estádio bombardeado em Gaza

"Acreditamos que o fato de reconstruir infraestruturas que foram destruídas faz parte das nossas prerrogativas", declarou Jérôme Valcke

São Paulo - O secretário-geral da Federação Internacional de Futebol (Fifa), o francês Jérôme Valcke, prometeu nesta terça-feira que a entidade irá reconstruir o Palestine Stadium de Gaza, parcialmente destruído por bombardeios da aviação israelense nos últimos dias.

"Acreditamos que o fato de reconstruir infraestruturas que foram destruídas faz parte das nossas prerrogativas", declarou Valcke no site da Fifa.

"O futebol une as pessoas e apoiaremos todas as obras necessárias para reconstruir uma infraestrutura danificada por uma catástrofe", explicou o dirigente.

O Palestine Stadium, que tem capacidade para 10.000 torcedores e costuma receber partidas da seleção local, fui destruído pela aviação israelense, causando danos avaliados em milhões de dólares.

"O estádio estava sendo usado para o disparo de foguetes em direção a Jerusalém e Tel Aviv", justificou nesta terça-feira à AFP um porta-voz do Exército israelense.

A Fifa, que apoia diversos projetos ligados ao futebol em Gaza, na Cisjordânia, assim como em Israel, já tinha financiado a reconstrução do mesmo estádio, que havia sido destruído em outro bombardeio em 2006.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.