Mundo
Acompanhe:

FedEx tem envelope neutro de emissão de CO2

Companhia investirá em projetos de energia alternativa ou conservação, como instalações de biogás, reflorestamento e sistema de coleta de gás

Processo não terá custos extras paras os consumidores (Getty Images)

Processo não terá custos extras paras os consumidores (Getty Images)

L
Letícia Alasse

13 de abril de 2012, 13h04

Rio de Janeiro - A FedEx lançou um programa de transporte neutro em emissões de dióxido de carbono para a sua embalagem mais usada no envio de documentos. Com a iniciativa, a empresa passa a oferecer entregas de correspondências com estas características, sem qualquer custo extra para o consumidor.

A ação faz parte do projeto da EarthSmart, área de soluções da FedEx, comprometida com um mundo mais sustentável, que investirá em projetos globais voltados a reduzir ou tirar da atmosfera os gases com efeito estufa.

Por meio do programa, a empresa calculará o número de toneladas anuais de CO2 liberadas pelo envio de todos os seus envelopes. Um montante necessário de créditos de carbono será comprado da BP Target Neutral, organização sem fins lucrativos, que neutralizará o equivalente às emissões.

Como parte do processo, a companhia investirá em projetos de energia alternativa ou conservação, como instalações de biogás em fazendas da Holanda, reflorestamento nas terras altas do sul da Tanzânia e um sistema de coleta de gás no primeiro aterro sanitário da Tailândia.