Fed conclui nova rodada de testes em bancos dos EUA

Instituição também esperar que os grandes bancos apresentem um plano amplo de capitalização a cada ano

Washington - O Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) anunciou a conclusão de uma nova rodada de testes de estresse nos 19 maiores bancos dos EUA. Em seguida, alguns deles apressaram-se a anunciar aumentos de dividendos ou programas de recompra de ações. O Fed não revelou os resultados dos testes e não esclareceu quais instituições receberam permissão para elevar seus dividendos.

O Fed também disse que discutiria o resultado dos testes com os bancos ainda hoje e que apresentará uma revisão mais detalhada sobre o processo às instituições em abril.

"O retorno de capital para os acionistas, em condições apropriadas, é um passo no processo de melhora do setor financeiro e ajudará a promover o acesso de longo prazo dos bancos ao capital. Esse acesso apoiará o crédito a consumidores e empresas", diz o comunicado do Fed.

O teste verificou como os bancos suportariam um cenário econômico negativo, no qual o Produto Interno Bruto (PIB) ajustado à inflação sofreria uma contração de 1,5% neste ano. Além disso, entre as premissas do teste estaria um crescimento da taxa de desemprego para 11% neste ano, dos atuais 8,9%, e a de que o índice de preços de imóveis residenciais cairia 6,2%.

O Fed também disse esperar que os grandes bancos apresentem um plano amplo de capitalização a cada ano. Segundo o Fed, nem todos os 19 bancos testados pediram para elevar seus dividendos.

Não está claro se o Fed se opôs ao plano de algum banco para aumentar seus dividendos, e é possível que ele tenha rejeitado planos de elevação de dividendos ou de recompra de ações, por ter concluído que esses desembolsos contribuiriam para o enfraquecimento da capacidade dele de suportar a piora das condições econômicas, ou que o banco teria planos inadequados de capitalização. As informações são da Dow Jones.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também