Exército sírio bombardeia cidade de Al Raqqah

A cidade é o principal ponto de resistência do grupo radical Estado Islâmico do Iraque e do Levante

Beirute – Aviões militares da Síria bombardearam nesta terça-feira a cidade de Al Raqqah, o principal ponto de resistência do grupo radical Estado Islâmico do Iraque e do Levante (Isis, sigla em inglês) no país.

O Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH) informou que a força aérea governamental atacou áreas do centro da cidade, situada no norte do país.

Por enquanto, não se sabe se houve vítimas e a extensão dos danos materiais.

Khaled Abu Walid, ativista de Al Raqqah, disse à Agência Efe pela internet que o regime realizou quatro bombardeios contra a cidade.

Al Raqqah é a única capital provincial da Síria cujo controle total foi tomado das forças do regime de Bashar al Assad, em março de 2013.

Após ser dominada pelos insurgentes, a cidade se transformou em um dos redutos do Isis, onde foi implantada a lei islâmica (sharia).

No domingo passado, as Forças Armadas sírias lançaram vários ataques aéreos contra as bases do Isis em Al Raqqah.

Por outro lado, em Aleppo, também no norte da Síria, as Unidades de Proteção do Povo Curdo e rebeldes islamitas atacaram na última madrugada os quartéis do Isis na cidade de Jarabulus, onde ocorreram confrontos na área de Al Shiuj.

Pelo menos nove militantes do Isis morreram durante esses combates.

Desde o início do ano, o Isis entrou em confronto com outros grupos, entre eles a Frente al Nusra, que querem expulsá-lo da Síria pelas violações que, afirmam, foram cometidas pelo grupo extremista contra a população do país, como assassinatos e sequestros.

No último dia 10, o Isis tomou a segunda maior cidade do vizinho Iraque, Mossul, e desde então avançou por outras províncias iraquianas. 

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.