EUA veem sinais de mudança em modelo de crescimento chinês

"A China está mudando sua forma de crescer", afirmou o seccretário do Tesouro americano, Timothy Geithner
Geithner (foto) e Hillary Clinton participarão de um encontro em Pequim em 25 de maio (.)
Geithner (foto) e Hillary Clinton participarão de um encontro em Pequim em 25 de maio (.)
D
Da RedaçãoPublicado em 18/05/2010 às 20:44.

Washington - O secretário do Tesouro americano, Timothy Geithner, afirmou nesta terça-feira que a China "está mudando" seu modelo de crescimento econômico, para que dependa mais do consumo interno e menos de suas exportações.

"A China está mudando sua forma de crescer", declarou Geithner em um discurso feito em Tacoma, Estado de Washington (noroeste dos Estados Unidos).

"Depois de décadas baseando-se nas exportações para crescer economicamente, a China está mudando agora de estratégia de desenvolvimento para apoiar-se mais no consumo interno de sua população", completou.

Geithner, que provocou uma pequena crise diplomática com Pequim no início de 2009, afirmando que o governo americano considerava que a moeda chinesa, o iuane, estava desvalorizada, fez essas declarações a poucos dias de uma reunião econômica e estratégica entre ambos os países.

O secretário do Tesouro deve participar junto à secretária de Estado, Hillary Clinton, em 24 e 25 de maio, de um encontro em Pequim com o vice-premiê chinês encarregado de assuntos econômicos, Wang Qishan, em meio a um "diálogo econômico e estratégico" entre China e Estados Unidos.