EUA querem solução diplomática com Coreia do Norte, diz Mattis

O secretário americano de Defesa destacou, porém, que o país "conserva paralelamente a capacidade para enfrentar as ameaças mais perigosas" do regime

O governo dos Estados Unidos quer uma solução diplomática ante a escalada da tensão com a Coreia do Norte sobre o programa nuclear e balístico de Pyongyang, afirmou o secretário americano de Defesa, Jim Mattis.

“Nosso objetivo é resolver tudo isto de forma diplomática”, disse Mattis em uma entrevista coletiva em Nova Délhi.

Washington “conserva paralelamente a capacidade para enfrentar as ameaças mais perigosas da Coreia do Norte”, completou Mattis, antes de insistir no apoio “a nossos diplomatas para conter (a crise) a maior quantidade de tempo possível a nível diplomático”.

O secretário de Defesa desembarcou na segunda-feira na Índia para uma visita destinada a reforçar as relações bilaterais com Nova Délhi e conter o aumento de poder da China.

A Coreia do Norte acusou na segunda-feira o presidente americano Donald Trump de “declarar guerra” por ter enviado bombardeiros estratégicos para as proximidades de suas costas, uma afirmação que Casa Branca chamou de “absurda”.

Em uma demonstração de força, o governo americano enviou no sábado bombardeiros estratégicos para sobrevoar as proximidades da costa da Coreia do Norte, o que adicionou pressão militar à tensão política da semana, exacerbada por uma troca de insultos e ameaças.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.