EUA preparam novo projeto de imposto bancário

Proposta do governo é taxar instituições financeiras com ativos superiores a US$ 50 bilhões

Washington - O governo americano apresentará um novo projeto de lei instaurando um imposto aos maiores bancos e instituições financeiras nos Estados Unidos, segundo um documento oficial publicado nesta segunda-feira paralelamente ao projeto de lei de orçamento para 2012.

Batizado de "contribuição pela responsabilidade na crise financeira", esse imposto afetará as instituições bancárias americanas cujos ativos consolidados superem os 50 bilhões de dólares, indica o "Greenbook", documento do Tesouro que detalha as mudanças previstas para as receitas do Estado.

O imposto seria calculado sobre uma parte do passivo dos bancos, e seria marcado com uma taxa única de "cerca de 0,075%", completa o documento.

Fazendo referência ao projeto de imposto bancário dos europeus, o Tesouro indicou que a estrutura da taxa prevista pelo governo americano "estará em concordância com os princípios que foram objeto de um acordo entre os líderes do G20 e similar às contribuições propostas por outros países".

Segundo o novo projeto do Tesouro, caso seja aprovado, o imposto poderá entrar em vigor em 31 de dezembro de 2012.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.