Estes gráficos animados mostram a expansão do coronavírus em cada país

Veja como a covid-19 espalhou-se pelo mundo, do seu início na China aos 10 milhões de infectados, com o Brasil no posto de segundo país mais atingido
 (Re/Exame)
(Re/Exame)
M
Maurício Grego

Publicado em 28/06/2020 às 08:40.

Última atualização em 28/06/2020 às 13:04.

O mundo ultrapassou a marca de 10 milhões de pessoas infectadas pelo coronavírus, segundo dados mantidos pela agência Reuters, pelo site Worldmeters e pela universidade Johns Hopkins. Considerando-se que muitos países, incluindo o Brasil, testam só uma pequena parte da população para verificar se foram contaminadas, o total real de pessoas atingidas pela pandemia é certamente muito maior que esse. Nesse cenário, a posição do Brasil é preocupante. O país é segundo no total acumulado de pessoas infectadas, atrás apenas dos Estados Unidos.

Os gráficos abaixo mostram como a pandemia avançou nos países mais atingidos. Cobrem o período de 22 de janeiro, quando o coronavírus estava praticamente restrito à China, até este fim de semana. Neles, vê-se o vírus espalhando-se primeiro na China, depois em países europeus como Itália e Espanha; e, finalmente, em países grandes e populosos como Brasil, Estados Unidos e Índia. Foram feitos com dados da universidade americana Johns Hopkins. O primeiro gráfico mostra o número de casos confirmados da doença (clique no botão play para ver a animação).

Neste segundo gráfico, vemos o número de mortos pelo coronavírus em cada um dos países mais afetados pela pandemia. O total mundial já se aproxima de meio milhão de mortos.

E, para terminar, um gráfico mais animador. Ele mostra a quantidade de pessoas que se recuperaram da covid-19 em cada país depois de tê-la contraído. O total já chega a 5 milhões de pessoas que superaram a doença; e o Brasil é o país com mais recuperados.