Espanha decreta estado de emergência e restringe deslocamento no país

As pessoas não poderão sair de suas casas, exceto em casos extremamente necessários, como trabalho e compra de remédios e alimentos

O primeiro-ministro da Espanha, Pedro Sánchez, anunciou neste sábado, 14, estado de emergência no país e restrições de deslocamento por todo o território.

De acordo com o pronunciamento, as pessoas não poderão sair de suas casas, exceto em casos extremamente necessários, como trabalho, compra de medicamentos e alimentos ou para ir ao hospital.

As operações de linhas de transportes, que incluem aéreas, trens, ônibus e embarcações deverão reduzir seus serviços ao menos pela metade.

A Espanha é o segundo país mais atingido pelo coronavírus na Europa, com mais de seis mil casos. No total, o número de mortos já atingiu mais de 190.

A medida valerá, inicialmente, por 15 dias. O primeiro-ministro destacou que o governo deve adotar medidas econômicas para ajudar trabalhadores e empresas afetados. Ele também disse que as forças armadas estarão disponíveis para ajudar no combate ao vírus, "se necessário".

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.