El Niño ganhará força e pode ser um dos maiores desde 1950

Especialistas indicam que a superfície na porção leste-central do oceano Pacífico deverá ficar mais de 2 graus Celsius mais quente que a média

Genebra - A atual ocorrência do fenômeno climático El Niño deverá ganhar força antes do fim deste ano, atingindo um pico entre outubro e janeiro, disse a Organização Meteorológica Mundial (OMM) nesta terça-feira.

Os modelos climáticos e os especialistas indicam que a superfície na porção leste-central do oceano Pacífico deverá ficar mais de 2 graus Celsius mais quente que a média, potencialmente tornando este El Niño um dos mais fortes desde 1950, com intensidade semelhante às ocorrências de 1972-73, 1982-83 e 1997-88.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.