Coreia do Norte faz restrição para possível teste de mísseis

Restrição entrou em vigor no dia 1º de abril em diversas áreas do Mar do Japão (Mar do Leste)

Seul – A Coreia do Norte declarou uma zona de exclusão para o tráfego marítimo e aéreo em sua costa oriental, informaram nesta segunda-feira as Forças Armadas da vizinha Coreia do Sul, o que poderia antecipar novos testes de mísseis do regime de Kim Jong-un.

A restrição entrou em vigor no dia 1º de abril em diversas áreas do Mar do Japão (Mar do Leste), informou um oficial do Estado-Maior Conjunto sul-coreano à rede de televisão local KBS”.

As Forças Armadas da Coreia do Sul vigiam atentamente os movimentos do Exército do Norte, revelou a fonte, já que poderiam acontecer novos lançamentos ao mar de mísseis de curto ou médio alcance.

A Coreia do Norte não notificou sobre a zona de exclusão ao governo sul-coreano nem à Organização Marítima Internacional (OMI), assegurou à Agência Efe um porta-voz do Ministério da Defesa.

O regime de Kim Jong-un já realizou na sexta-feira passada um teste de mísseis de curto alcance, mas neste caso os projéteis caíram no Mar Amarelo que banha a costa ocidental do país.

Acredita-se que Pyongyang poderia realizar seus novos lançamentos de mísseis no Mar do Japão como resposta à visita à Coreia do Sul do secretário de Defesa dos EUA, Ashton Carter, que aterrissará em Seul na quinta-feira para uma estadia de três dias, nos quais se reunirá com autoridades locais.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.