Chegadas de refugiados à UE alcançam 170 mil em setembro

O número é mais que o dobro dos 282 mil que cruzaram as fronteiras da UE irregularmente no ano inteiro de 2014

Bruxelas - Cerca de 170 mil imigrantes irregulares entraram na União Europeia em setembro, disse nesta terça-feira a agência responsável pelas fronteiras do bloco, a Frontex, elevando o total do ano até o momento para 710 mil.

O número é mais que o dobro dos 282 mil que cruzaram as fronteiras da UE irregularmente no ano inteiro de 2014, à medida que a Europa enfrenta sua maior crise de refugiados desde a Segunda Guerra Mundial.

Em agosto, a Frontex registrou 190 mil chegadas irregulares, muitas pelo mar em direção à Grécia, marcando um quinto mês consecutivo de recorde.

No total, 350 mil pessoas chegaram à Grécia de janeiro a setembro, dos quais 49 mil chegaram somente em setembro, muitos vindos da Síria.

Uma escassez de barcos na Líbia e condições meteorológicas ruins ajudaram a reduzir o número de imigrantes que chegaram à Itália em setembro para 12 mil, informou a Frontex, levando o total pela em nove meses na Itália para 129 mil, sendo muitos imigrantes da Eritreia.

A União Europeia luta para lidar com o fluxo de imigrantes que fogem da pobreza e guerras no Oriente Médio e África e arrastou o bloco de 28 países para uma crise.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.