A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Chefe do Hezbollah libanês está disposto a lutar na Síria

Hassan Nasrallah, aliado do regime sírio, disse estar disposto a combater extremistas muçulmanos na Síria pessoalmente

Beirute - O chefe do Hezbollah libanês, Hassan Nasrallah, aliado do regime sírio, disse nesta sexta-feira estar disposto a combater pessoalmente na Síria os extremistas muçulmanos, acusados por ele de cometer o atentado de quinta-feira em Beirute que deixou mais de 20 mortos.

"Sobre o atentado de ontem, todos os indícios apontam para estes grupos takfiri" (extremistas muçulmanos), declarou Nasrallah em um discurso divulgado em um telão diante de milhares de seus defensores.

"Se na batalha contra estes terroristas takfiri for necessário, eu mesmo irei à Síria, o Hezbollah e eu iremos à Síria", afirmou.

O Hezbollah libanês luta há meses junto às tropas do regime sírio de Bashar al-Assad contra os rebeldes.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também