Mundo

Casamento real é fonte de apostas que movimenta milhões

Qualquer coisa virou motivo de aposta desde o chapéu que será usado pela rainha até a primeira dança dos recém-casados

Kate Middleton e príncipe William (AFP)

Kate Middleton e príncipe William (AFP)

DR

Da Redação

Publicado em 25 de abril de 2011 às 06h55.

Londres - Os 'bookmakers' britânicos tiram vantagem do casamento real, aceitando apostas sobre qualquer aspecto do evento, desde o chapéu que será usado pela rainha até a primeira dança dos recém-casados, passando pelo antecipado vestido de noiva.

As casas de apostas, verdadeiras instituições no Reino Unido, não se interessam apenas pelas competições esportivas, provas hípicas ou corridas de cavalos, mas também permitem apostar sobre eleições políticas ou reality shows.

Desde o anúncio do casamento do príncipe William com Kate Middleton em novembro, lançaram-se ao entusiasmo popular pelo evento de 29 de abril.

"Propomos uma emoção suplementar àqueles que acompanharão os acontecimentos pela televisão", explicou à AFP Alex Donuhue, porta-voz da Ladbrokes, uma das principais empresas que disputam o mercado britânico de apostas.

"Estamos conquistando novos clientes. Há muitas mulheres desta vez dispostas a apostar sobre a cor do chapéu da rainha e sobre quem estará entre os convidados. Também há muitos homens que normalmente não apostam", disse.

A maioria dos apostadores prevêem que a rainha usará um chapéu amarelo. Também acreditam que Kate usará uma tiara e que Victoria Beckham - uma das famosas convidadas - optará por um conjunto violeta.

"A aposta mais popular é a de que Kate fará William esperar no altar, e que a cauda de seu vestido medirá menos de 2,4 metros", completou Rupert Adams, porta-voz da William Hill, outra importante casa de apostas.

Na concorrente Paddy Power, os jogadores apostam sem muito risco que o vestido será marfim, branco ou champanhe, e que a célebre marcha nupcial de Wagner acompanhará a entrada de Kate na Abadia de Westminster.

Além disso, segundo os apostadores da William Hill, o casal deverá abrir o baile ao som de "You're beautiful", de James Blunt. Em Ladbrokes, inclinam-se mais para "Dancing Queen", do Abba, ou "Candle in the Wind", a canção de Elton John, transformada em 1997 em hino da princesa Diana, mãe de William.

De qualquer forma, as casas de apostas esfregam as mãos diante dessa mania: as somas investidas nas "apostas reais" deverão rondar 1 milhão de libras (1,65 milhão de dólares) até o dia do casamento para a Ladbrokes.

Isso representa 10 vezes mais que as apostas recebidas para o último grande acontecimento não esportivo, a final do concurso de caça-talentos "X Factor".

A Ladbrokes diz ter registrado até o momento 100.000 apostas, principalmente no Reino Unido, mas também de britânicos residentes no exterior e cidadãos de países da Commonwealth dispostos a gastar algumas libras no casamento do segundo da linha de sucessão da coroa.

Acompanhe tudo sobre:EuropaFamília real britânicaLondresMetrópoles globaisPaíses ricosReino Unido

Mais de Mundo

Trump fará 1º comício após ataque neste sábado, em condado decisivo para a eleição

Eleições nos EUA: Trump discursa na Convenção Republicana nesta quinta; assista ao vivo

Eleições nos EUA: Quem são e o que pensam os eleitores republicanos?

Trump terá força para pacificar o mundo e conter Rússia, diz 'pai' do Brexit à EXAME

Mais na Exame