Caçadores libertam cidade e matam 75 membros do Boko Haram

Grupo de caçadores e vigilantes mataram 75 membros do Boko Haram e conseguiram libertar a cidade de Maiha, no nordeste da Nigéria

Yola - Um grupo de caçadores e vigilantes locais mataram 75 membros do Boko Haram e conseguiram libertar a cidade de Maiha, no nordeste da Nigéria, que estava sob controle do grupo terrorista, informaram nesta quinta-feira várias testemunhas.

Os fatos aconteceram na quarta-feira, quando centenas de caçadores e vigilantes locais armados com arcos, flechas e facões entraram em vários caminhões na cidade do estado de Adamawa, tomada pelo Boko Haram na segunda-feira, e enfrentaram os insurgentes.

"Tivemos que despertar e lutar contra os bastardos que acossam nossa sociedade e matam almas inocentes", assegurou um dos caçadores que participaram do ataque, Baba Dauda, citado pelo jornal nigeriano "Premium Times".

Segundo Dauda, "o povo deve se preparar e começar a lutar contra eles. Matamos muitos. Não temos medo de ser assassinados".

Sani Abubakar, um morador de Yola, capital de Adamawa, assegurou em declarações aos jornalistas que "cerca de dez caminhões carregados com caçadores se dirigiram para Maiha".

Outro morador, Josué Zirra, disse que após o ataque muitos insurgentes fugiram da cidade e se refugiaram em Mubi, a segunda maior cidade do estado.

Nem o Exército nem as autoridades confirmaram estes fatos ocorridos em Adamawa que, junto aos estados de Borno e Yobe, estão em estado de emergência desde maio passado.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.