Botín: Brasil e México são exemplos de recuperação

Segundo o presidente do grupo Santander, a retomada dos emergentes é mais expressiva

Madri - O presidente do grupo espanhol Santander, Emilio Botín, citou hoje o Brasil e o México como exemplo de economias emergentes que estão se destacando na atual "fase de recuperação" que vive a economia mundial.

"A economia internacional está em fase de recuperação, com destaque para as economias emergentes, como, por exemplo, o Brasil e o México, países que o Santander conhece muito bem", afirmou o presidente do maior banco da Espanha.

Em seu discurso na 3ª Conferência Internacional de Bancos, na Cidade Financeira do Santander em Boadilla del Monte (Madri), Botín considerou, além disso, que os Governos dos países desenvolvidos "estão sentando as bases" para aumentar o crescimento potencial e assegurar a recuperação.

Além disso, "estão implementando reformas em âmbitos tão importantes como previdência e mercado de trabalho", que junto aos ajustes fiscais permitam sanear as contas públicas, acrescentou.

O Grupo Santander está presente em mais oito países: Portugal, Alemanha, Reino Unido, Brasil, México, Chile, Argentina e Estados Unidos.

Leia mais notícias sobre o Santander

Siga as notícias do site EXAME sobre Mundo no Twitter

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.