Bolsas da Ásia anulam perdas e sobem com rali na China

Às 7h41 (horário de Brasília), o índice MSCI que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão avançava 0,07 por cento

Tóquio - Os índices acionários asiáticos anularam as perdas registradas no início da sessão e passaram a subir nesta terça-feira, com o salto da bolsa chinesa e o fechamento recorde em Wall Street compensando as preocupações com os problemas fiscais da Grécia.

Temores de uma falência da Grécia perduravam apesar de o ministro do Trabalho do país dizer na terça-feira que Atenas vai concluir logo um acordo com seus credores que libere dinheiro a Atenas em troca de reformas.

Às 7h41 (horário de Brasília), o índice MSCI que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão avançava 0,07 por cento.

O índice Nikkei alcançou uma máxima de três semanas.

O índice em Xangai fechou em alta nesta sessão, com investidores recebendo bem as diretrizes de 2015 de Pequim para reformas econômicas que priorizam a maior abertura dos mercados de capitais do país e a reestruturação de empresas estatais.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.