Boliviano é queimado ao transmitir programa de rádio

Quatro pessoas com os rostos cobertos com máscaras invadiram a rádio, derramaram gasolina sobre Vidal, de 78 anos, e sobre os equipamentos da emissora e acenderam o fogo

La Paz – O jornalista boliviano Fernando Vidal, dono e diretor da ”Radio Popular” do povoado sulista de Yacuiba, fronteiriço com a Argentina, foi queimado nesta segunda-feira por desconhecidos enquanto transmitia um programa, informou a emissora.

O jornalista Esteban Farfán disse à Agência Efe que quatro pessoas com os rostos cobertos com máscaras invadiram a rádio, derramaram gasolina sobre Vidal, de 78 anos, e sobre os equipamentos da emissora e acenderam o fogo.

Vidal está em tratamento intensivo com queimaduras de terceiro grau na cabeça, no peito, na barriga e nos braços, segundo afirmaram os canais de televisão.

Segundo Farfán, Vidal, que também é seu sogro, trabalha com jornalismo desde os 18 anos, e nos últimos dias foi muito crítico com os políticos da província de Gran Chaco, que pertence à jurisdição do departamento de Tarija.

A Polícia de Yacuiba deteve três pessoas para investigar se estão vinculadas com o atentado sofrido pelo jornalista que minutos antes do ataque analisava o tema do contrabando na zona fronteiriça com a Argentina.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.