Biden tem significativa melhora nos sintomas da covid-19, avalia médico

Médico da Casa Branca, Kevin O'Connor, afirmou que Biden completou o terceiro dia com o tratamento com o antiviral Paxlovid e está respondendo bem ao medicamento
 (Drew Angerer / Equipe/Getty Images)
(Drew Angerer / Equipe/Getty Images)
E
Estadão ConteúdoPublicado em 24/07/2022 às 14:13.

Os sintomas do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, que foi diagnosticado com coronavírus na última quinta-feira, continuam tendo "significativa melhora", informou o médico da Casa Branca, Kevin O'Connor, em carta divulgada neste domingo.

VEJA TAMBÉM: Biden está com covid-19 e tem sintomas leves, diz Casa Branca

O'Connor afirmou que Biden completou o terceiro dia com o tratamento com o antiviral Paxlovid e está respondendo bem ao medicamento. Segundo ele, a dor de garganta sentida pelo democrata é um bom sinal porque provavelmente reflete a atuação do sistema linfoide na expulsão do vírus.

Corrimento nasal, tosse e dores no corpo arrefeceram "significativamente", enquanto a saturação do oxigênio segue "excelente", ainda de acordo com o médico. Pressão arterial e temperatura do corpo permanecem normais e o pulmão está "limpo", conforme a avaliação.

O boletim médico aponta ainda que Biden seguirá tratado com o Paxlovid, além de Tylenol, acetaminofeno, inaladores e hidratação horal, para reduzir os sintomas. O'Connor explica que a subvariante BA5 da Ômicron, que infectou Biden, é "particularmente transmissível" e que o presidente continuará em isolamento.