Berlim e Paris defendem a paz europeia no conflito ucraniano

Hollande afirmou que a viagem com Merkel à capital russa tem como objetivo "buscar um acordo" para tentar resolver a crise na Ucrânia

Berlim - A chanceler alemã Angela Merkel declarou nesta sexta-feira que busca defender "a paz europeia" com a iniciativa franco-alemã para tentar acabar com o conflito na Ucrânia.

"É sobre nossos interesses, os interesses franco-alemães, mas especialmente os da Europa. É sobre a paz europeia", declarou Merkel, que retornou a Berlim após uma visita a Kiev na quinta-feira ao lado do presidente francês, François Hollande.

Os dois viajarão nesta sexta-feira a Moscou para apresentar ao presidente russo, Vladimir Putin, um plano para acabar com os combates entre o exército ucraniano e os separatistas pró-Rússia do leste da Ucrânia.

Hollande afirmou que a viagem com Merkel à capital russa tem como objetivo "buscar um acordo" para tentar resolver a crise na Ucrânia.

"Todos somos conscientes de que o primeiro passo deve ser um cessar-fogo, mas que não bastará e que é preciso buscar um acordo global", disse o presidente francês.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.