BCE confirma previsões e mantém juro em 1%

Medida foi tomada mesmo com a inflação na zona do euro atingindo 2,4 por cento em janeiro

Frankfurt – O Banco Central Europeu (BCE) manteve as taxas de juros na mínima recorde de 1 por cento nesta quinta-feira, dentro do previsto, apesar dos temores inflacionários.

A inflação na zona do euro atingiu 2,4 por cento em janeiro, superando pelo segundo mês seguido a meta do BCE de manter a alta dos preços pouco abaixo de 2 por cento.

No entanto, todos os 82 economistas em uma pesquisa da Reuters previram que o BCE deixaria o juro em 1 por cento pela 21a reunião consecutiva.

A mediana das expectativas de economistas não vê elevação de juro até o quarto trimestre, embora investidores de mercados financeiros tenham começado a apostar em uma mudança já no terceiro trimestre.

O presidente do BCE, Jean-Claude Trichet, fala sobre a decisão do banco às 11h30 (horário de Brasília).

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.