Ataque dos EUA atinge cidade Síria tomada pela Al Qaeda

A cidade, uma importante rota de contrabando para a Turquia, é controlada pelo braço sírio da A Qaeda, a Frente Nusra

Beirute, Líbano - Um ataque aéreo que teria sido realizado pela coalizão dos Estados Unidos durante a noite atingiu Harem, uma cidade controlada por militantes da Al Qaeda no noroeste da Síria, segundo ativistas.

A cidade, uma importante rota de contrabando para a Turquia, é controlada pelo braço sírio da Al Qaeda, a Frente Nusra.

Aeronaves norte-americanas já haviam bombardeado a região na semana passada.

Informações sobre o ataque foram divulgadas pelo Comitê de Coordenação Local e pelo Observatório Sírio de Direitos Humanos, sediado em Londres, que recebem informações de ativistas locais.

Segundo o observatório, dois combatentes da Frente Nusra morreram após o ataque.

Se confirmado, o ataque marcará a quarta ação da coalização tendo como alvo a Al Qaeda, na campanha aérea liderada pelos Estados Unidos contra o Estado Islâmico na Síria e no Iraque.

O Exército dos EUA disse que os ataques contra a Frente Nusra têm como alvo um grupo chamado Khorasan que, segundo Washington, é uma célula especial dentro da Frente que pretende realizar ataques contra os interesses do Ocidente.

Dentro da Síria, ativistas e rebeldes questionam a tentativa dos Estados Unidos de diferenciar os dois grupos, afirmando que eles seriam apenas uma instituição. Muitos analistas também duvidam da diferença.

Os Estados Unidos dizem que não realizam a operação aérea na Síria em coordenação com o presidente Bashar Assad, cuja própria força bombardeia as regiões dominadas pela oposição, desde o início da campanha de coalização internacional iniciada em setembro.

O observatório informou que a Síria executou 1,6 mil ataques aéreos desde o dia 20 de outubro.

A organização também afirmou que ao menos 396 pessoas, incluindo 109 crianças, foram mortas nessas bombardeios.

Um ataque realizado pelo governo atingiu a cidade Raqqa, controlada pelo Estado Islâmico, matando ao menos nove pessoas, segundo o Observatório e um ativista local chamado Fourat Alwfaa. Ele ressaltou que os mortos seriam civis.

Outro ataque atingiu a cidade de al-Hara, no sul da Síria, matando oito pessoas, incluindo quatro crianças e uma mulher, de acordo com o Observatório.

Um ativista do grupo em Deraa também relatou o bombardeio, mas não deu informações sobre as vítimas.

Fonte: Associated Press

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também