Argentina aprova lei para remodelar agência de espionagem

Governo apresentou o projeto após o promotor Alberto Nisman ser encontrado morto

Buenos Aires - Deputados argentinos aprovaram um projeto de lei nesta quinta-feira para remodelar o serviço de inteligência do país, após a presidente Cristina Kirchner ter afirmado que parte da agência era sinistra, autoritária e possivelmente responsável pela morte de um promotor.

O governo de Cristina apresentou o projeto após o promotor Alberto Nisman ser encontrado morto, em 18 de janeiro, poucos dias depois de acusar a presidente de tentar acobertar o suposto papel do Irã no ataque a bomba de 1994 em um centro comunitário judaico. A presidente rejeitou a acusação e disse ser "absurda".

Cristina diz que o novo órgão de segurança do Estado, estabelecido sob a nova legislação, será mais responsável. A oposição diz que a legislação não faz mais do que mudar o nome da agência de espionagem e foi apressada pelo Congresso.

Opositores boicotaram parte do debate.

Ainda não se sabe se Nisman se suicidou com um tiro na cabeça ou foi assassinado. O governo de Cristina Kirchner diz que agentes desonestos levaram Nisman a fazer falsas acusações contra a presidente, como parte de um enredo maior para desestabilizar o governo.

O Irã negou veementemente qualquer envolvimento no atentado de 1994.

A Câmara aprovou a o projeto de lei por uma maioria de 131 votos a 71, após um debate ocorrido durante a madrugada, de acordo com uma nota da coalizão governista Frente para Vitória.

Cristina precisa agora sancionar a lei, o que ela deve fazer nos próximos dias.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.