Após ataque, G20 concorda em aumentar controle de fronteiras

Esboço de declaração diz que os controles das fronteiras e a segurança da aviação deverão ser intensificados pelos 20 países mais poderosos do mundo

Belek- Os líderes dos 20 países mais poderosos do mundo concordaram em intensificar os controles nas fronteiras e a segurança da aviação após os atentados de Paris, que mataram 129 pessoas, de acordo com o esboço de declaração visto pela Reuters neste domingo.

Os chefes do G20, reunidos na Turquia, condenaram os ataques reivindicados pelo Estado Islâmico, chamando os mesmos de "hediondos" e disseram que eles permaneceriam unidos na luta contra o terrorismo, de acordo com o esboço do documento.

A versão final do documento deve ser divulgada ainda neste domingo.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também