23 pessoas morrem no Uruguai devido às baixas temperaturas

As mortes foram causadas por hipotermia e também em consequência da manipulação inadequada de equipamentos de calefação, o que gerou incêndio

Brasília – Pelo menos 23 pessoas morreram no Uruguai, nos últimos dias, vítimas da baixa temperatura no país. As autoridades informaram que as mortes foram causadas por hipotermia (diminuição excessiva da temperatura corporal) e também em consequência da manipulação inadequada de equipamentos de calefação, o que gerou incêndios.

Além das baixas temperaturas, a onda de ar polar provoca ventos intensos. A Direção Nacional de Meteorologia prevê temperaturas negativas de 4 graus Celsius (ºC) a 5°C, com ventos fortes no Sul do Uruguai.

Os bombeiros identificaram ventos a uma velocidade de 88 quilômetros por hora. As temperaturas têm ficado abaixo de zero principalmente nas madrugadas. As autoridades uruguaias decretaram alerta laranja (risco médio) em nove dos 19 departamentos (estados) do país, enquanto há possibilidade de neve e chuva de granizo.

O Ministério de Desenvolvimento Social anunciou que intensificou os esforços para designar alojamentos para os desassistidos. A Direção Nacional dos Bombeiros informou ter atendido a cerca de 500 chamadas envolvendo incêndios, 19 na região metropolitana de Montevidéu, capital do Uruguai.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 1,90

Nos três primeiros meses,
após este período: R$ 15,90

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.
Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.