22 são mortos em atentados na cidade síria de Idleb

O governo responsabiliza os rebeldes pelo ataque

Damasco - Dois atentados suicidas com carros-bomba deixaram nesta quarta-feira 22 pessoas mortas em Idleb, uma cidade do noroeste da Síria controlada pelas forças do governo, informou a agência oficial Sana.

"Terroristas em missão suicida detonaram dois carros-bomba na cidade de Idleb (...) Segundo uma fonte do governo, o primeiro veículo, que explodiu na rotatória de Zeraa, e o segundo, no cruzamento de Motlaq, mataram 22 cidadãos e deixaram 30 feridos", indicou a agência.

A Sana acrescentou que outros dois carros-bomba, conduzidos também por terroristas suicidas, tinham sido "destruídos na estrada que liga Idleb a Mastoumé, antes que matassem cidadãos e forças do regime".

Já o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH) informou que 24 pessoas tinham sido mortas, soldados em sua maioria, na explosão de três carros-bomba conduzidos por suicidas, que tinham como alvos veículos militares perto da sede dos serviços de segurança política, no cruzamento de Motlaq, em Idleb.

De acordo com o diretor do OSDH, Rami Abdel Rahman, "após a tomada da base de Taftanaz (no dia 11 de janeiro), Idleb é o próximo objetivo dos rebeldes".

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.