Dólar sobe quase 2% e fecha fevereiro a R$3,11

No mês, moeda norte-americana registrou queda acumulada de 1,20%

São Paulo — Depois de chegar a 3,05 reais — o menor patamar em dois anos, o dólar avançou 1,86% e terminou o último pregão  do mês cotado a 3,11 reais. Em fevereiro, a moeda norte-americana registrou queda acumulada de 1,20%.

De acordo com especialistas, a alta desta sexta-feira (24) é comum antes de feriados prolongados. Com o Carnaval, o mercado financeiro volta a funcionar apenas na tarde da próxima quarta-feira (1° de março). Com isso, os investidores preferem adotar um tom mais cauteloso em relação à moeda.

Queda perto do fim?

Em entrevista a EXAME.com, Fernando Bergallo, diretor de câmbio da FB Capital, afirmou que são poucas as chances da moeda norte-americana continuar a cair. "O real se valorizou, no último ano, 50% em relação ao dólar. É pouco provável que a moeda americana deprecie ainda mais", disse ele.

Segundo a versão mais recente do Boletim Focus do Banco Central, o mercado projeta que a moeda norte-americana terminará 2017 em 3,30 reais.

Veja a entrevista completa:

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 1,90

Nos três primeiros meses,
após este período: R$ 15,90

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.
Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.