• AALR3 R$ 20,20 -0.49
  • AAPL34 R$ 66,78 -0.79
  • ABCB4 R$ 16,69 -3.75
  • ABEV3 R$ 13,98 -1.13
  • AERI3 R$ 3,67 -0.81
  • AESB3 R$ 10,70 0.00
  • AGRO3 R$ 30,74 -0.32
  • ALPA4 R$ 20,46 -1.35
  • ALSO3 R$ 18,92 -0.94
  • ALUP11 R$ 26,83 0.86
  • AMAR3 R$ 2,41 -1.23
  • AMBP3 R$ 29,84 -2.29
  • AMER3 R$ 23,45 1.56
  • AMZO34 R$ 66,86 -0.09
  • ANIM3 R$ 5,36 -2.72
  • ARZZ3 R$ 81,01 -0.23
  • ASAI3 R$ 15,95 3.24
  • AZUL4 R$ 20,93 -1.46
  • B3SA3 R$ 12,13 2.71
  • BBAS3 R$ 37,15 4.06
  • AALR3 R$ 20,20 -0.49
  • AAPL34 R$ 66,78 -0.79
  • ABCB4 R$ 16,69 -3.75
  • ABEV3 R$ 13,98 -1.13
  • AERI3 R$ 3,67 -0.81
  • AESB3 R$ 10,70 0.00
  • AGRO3 R$ 30,74 -0.32
  • ALPA4 R$ 20,46 -1.35
  • ALSO3 R$ 18,92 -0.94
  • ALUP11 R$ 26,83 0.86
  • AMAR3 R$ 2,41 -1.23
  • AMBP3 R$ 29,84 -2.29
  • AMER3 R$ 23,45 1.56
  • AMZO34 R$ 66,86 -0.09
  • ANIM3 R$ 5,36 -2.72
  • ARZZ3 R$ 81,01 -0.23
  • ASAI3 R$ 15,95 3.24
  • AZUL4 R$ 20,93 -1.46
  • B3SA3 R$ 12,13 2.71
  • BBAS3 R$ 37,15 4.06
Abra sua conta no BTG

Pix em pagamentos para o exterior: nova parceria amplia funcionalidade

Parceria do banco Bexs com a empresa global Thunes prevê solução para pagamentos no exterior em tempo real por meio do Pix
O Pix vai ganhando novas funcionalidades gradualmente | Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil (Agência Brasil/Marcello Casal Jr)
O Pix vai ganhando novas funcionalidades gradualmente | Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil (Agência Brasil/Marcello Casal Jr)
Por Da RedaçãoPublicado em 22/01/2022 07:45 | Última atualização em 21/01/2022 21:37Tempo de Leitura: 3 min de leitura

O Pix continua a ganhar escala e a se consolidar como o principal meio de transferências e pagamentos do brasileiro. Mais de 715 bilhões de reais haviam sido transacionados por meio da ferramenta digital até dezembro, com mais de 380 milhões de chaves cadastradas por pessoas físicas e empresas. Trata-se de um crescimento expressivo com base na aderência cada vez maior do brasileiro e em novas funcionalidades que passam a ser oferecidas.

Uma das novidades da vez é a possibilidade de fazer pagamentos e transferências para contas no exterior por meio do Pix em tempo real, 24 horas por dia, sete dias por semana. A funcionalidade é oferecida a partir de uma parceria do Bexs, um banco especializado em pagamentos e remessas internacionais de forma digital, com a Thunes, empresa global de pagamentos com sede em Singapura.

A Thunes processa pagamentos para empresas globais de segmentos diversos, como as da gig economy (serviços prestados pela internet, como aulas remotas), bancos digitais e plataformas de remessas internacionais. São quase 300 métodos de pagamentos em mais de 120 países e cerca de 80 moedas diferentes.

"Esperamos aumentar ainda mais as relações comerciais gerais do Brasil com o mundo via canais digitais”, disse Luiz Henrique Didier Jr., CEO do Bexs.

Segundo Jenna Wyer, vice-presidente sênior da Thunes para as Américas, a indústria de pagamentos está evoluindo rapidamente diante da demanda crescente de consumidores e negócios por soluções digitais.

Conquiste um dos maiores salários no Brasil e alavanque sua carreira com um dos MBAs Executivos da EXAME Academy.

"Os pagamentos internacionais são impulsionados por um mix de transações peer-to-peer, freelancers, consultores e talentos criativos que trabalham no exterior. Como resultado, estamos vendo um crescimento significativo de pagamentos para a economia de compartilhamento [sharing economy]", disse Wyer à EXAME Invest.

A executiva apontou dois outros segmentos com crescimento em pagamentos digitais no país: B2B e e-commerce.

Com a parceria entre as duas instituições financeiras, a previsão é que entre o fim de 2022 e o início de 2023, todas as transferências enviadas para o Brasil por meio da Thunes sejam realizadas em tempo real.

Dado que a Thunes tem uma operação de alcance global, providenciando soluções para companhias como o PayPal e a Remitly, os serviços terão uma ampla abrangência em mercados internacionais, em mais de cem mercados.

Mas a oferta de transferências em tempo real ainda esbarra em soluções de interoperabilidade de sistemas. "Há poucos exemplos em todo o mundo similares ao Brasil. São países como Malásia e Singapura, em que os sistemas domésticos estão conectados com pagamentos cross-border entre eles", disse a executiva da Thunes.