Live icon 

Acompanhe ao vivo:  

Apuração das eleições 2022 em tempo real! Veja agora.

Tesla (TSLA34) produziu mais de três milhões de veículos, diz Elon Musk

Segundo o CEO, a fábrica de Xangai produziu sozinha um milhão de carros elétricos e a dos EUA os outros dois milhões
Fábrica da Tesla (TSLA34) (David Butow/Corbis/Getty Images)
Fábrica da Tesla (TSLA34) (David Butow/Corbis/Getty Images)
Carlo Cauti
Carlo CautiPublicado em 15/08/2022 às 09:08.

A Tesla (TSLA34) produziu mais de três milhões de veículos elétricos. A informação foi divulgada no Twitter (TWTR34) neste domingo, 14, pelo CEO da empresa, Elon Musk.

Segundo Musk, a fábrica da Tesla de Xangai produziu sozinha um milhão de carros elétricos.

“Parabéns Giga Shanghai por fazer o milionésimo carro! O total de Teslas produzidos agora supera 3 milhões”, twittou Musk .

Além da fábrica na China, a Tesla tem uma planta perto de Berlim, na Alemanha, e em Fremont, na Califórnia.

Nas instalações produtivas dos Estados Unidos a Tesla produziu cerca de dois milhões de veículos desde o começo de sua trajetória corporativa.

O anúncio de Musk ocorre após meses de lockdowns e escassez de peças na China que ameaçavam a produção de veículos da Tesla.

A montadora de veículos elétricos abriu sua planta em Xangai em 2019.

Em junho, Musk tinha se queixado que as fábricas da Tesla em Berlim e Austin fossem “fornos para queimar dinheiro”, perdendo “bilhões de dólares” por causa da cadeia de suprimentos e problemas de produção.

Números positivos de produção da Tesla (TSLA34) chega após alta nas vendas

Além disso, o resultado positivo em termos de produção chega após a divulgação das vendas, que subiram nos últimos trimestres.

Em julho a Tesla entregou 254.695 veículos elétricos, alta de 26,5% em relação ao mesmo período de 2021.

Entretanto, se comparada com os gigantes do setor automotivo, a Tesla continua sendo uma montadora muito pequena. Em termos de comparação, a Toyota, a maior montadora do mundo, entregou mais de 10 milhões de veículos em 2021.

Desde o começo do ano as ações da Tesla caíram quase 25%, passando de US$ 1,2 mil para US$ 900.

Entre os fatores que etão puxando para baixo os papéis da montadora de carros elétricos está a alta da inflação em nível mundial, a conjuntura macroeconômica desfavorável e a alta dos juros nos Estados Unidos, que acaba "punindo" as cotações das ações de tecnologia.

Entretanto, a venda de mais de 7 milhões de ações da Tesla por parte de Elon Musk, por um valor de US$ 6,88 bilhões, impactou negativamente na cotações e gerou uma reação negativa entre os investidores, que estão reavaliando suas posições na empresa.