Invest

Arezzo (ARZZ3), Soma (SOMA3), JBS (JBSS3): o que movimenta as empresas na bolsa hoje

Confira quais são os principais destaques das companhias listadas na bolsa de valores brasileira nesta quarta-feira (27)

Fusão entre Arezzo e Soma vai gerar uma gigante com faturamento combinado de mais de R$ 12 bilhões  (Arezzo&Co/Divulgação)

Fusão entre Arezzo e Soma vai gerar uma gigante com faturamento combinado de mais de R$ 12 bilhões (Arezzo&Co/Divulgação)

Janize Colaço
Janize Colaço

Repórter de Invest

Publicado em 27 de março de 2024 às 08h19.

Última atualização em 27 de março de 2024 às 08h48.

O Ibovespa desta quarta-feira, 27, será marcado pelos movimentos corporativos das empresas listadas. Hoje, os investidores vão ficar de olho na Arezzo (ARZZ3), Soma (SOMA3), JBS (JBSS3), entre outros. Confira a seguir quais são os principais destaques das companhias.

Arezzo (ARZZ3) e Soma (SOMA3)

Na noite da última terça-feira, o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) deu aval para a fusão entre a Arezzo e o Grupo Soma, sem restrições, numa etapa importante para a conclusão da transação anunciada no começo de fevereiro. Com isso, nasce uma gigante com faturamento combinado de mais de R$ 12 bilhões. Veja mais detalhes no EXAME INSIGHT.

JBS (JBSS3)

A JBS divulgou o seu balanço referente ao quarto trimestre e mostrou um lucro líquido de R$ 82,6 milhões, valor que é 96,5% menor do que o contabilizado no mesmo período de 2022. A receita líquida fechou em R$ 96,34 bilhões, alta anual de 3,7%, enquanto o Ebitda ajustado (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) foi de R$ 5,104 bilhões, avanço de 11,6% ante o quarto trimestre de 2022, com margem de 5,3%. Mas o que também deve fazer o ativo balançar na bolsa hoje é a notícia de que os irmãos Wesley e Joesley Batista estão de volta ao conselho da JBS, seis anos após terem deixado o colegiado em meio ao acordo de delação premiada que sacudiu o Brasil. Saiba o que vai acontecer com a companhia com o retorno dos acionistas controladores nesta reportagem do EXAME INSIGHT.

Marisa (AMAR3)

A Marisa adiou a divulgação do seu balanço do quarto trimestre, que deveria ocorrer nesta quarta-feira. A nova data passou a ser a próxima segunda-feira, 1º de abril, após o fechamento do mercado. Além disso, a varejista ainda anunciou a emissão de duas notas comerciais nos valores de R$ 90 milhões e R$ 50 milhões.

Even (EVEN3)

A Even anunciou a celebração do contrato de venda e compra de ações para a alienação de 19,7 milhões de ações de emissão da Melnick, representativas de 9,55% do capital social. A operação teve um preço unitário de R$ 4,81 por ação, totalizando R$ 94,757 milhões. Além disso, a incorporadora informou que o seu conselho autorizou a alienação de até 15 milhões de ações de emissão representativas de 7,27% do capital social de Melnick, por meio de uma ou mais operações privadas ou em mercado de bolsa de valores.

Americanas (AMER3)

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) rejeitou ontem os acordos propostos por Sergio Rial, ex-CEO da Americanas, e por João Guerra, ex-diretor de Relações com Investidores que assumiu como CEO interino da varejista após a renúncia de Rial. O processo contra Rial se refere à suposta exposição, na teleconferência realizada na Americanas, de informações relevantes ainda não divulgadas pela companhia. Além disso, o executivo foi acusado por suposta divulgação de informação de forma incompleta e inconsistente de números referentes à dívida financeira da companhia e a exposição da Americanas à possibilidade de cobrança antecipada de sua dívida, inclusive no que se refere aos covenants (cláusulas contratuais estabelecidas pelo credor).

CVC (CVCB3)

No 4T23, a CVC contabilizou um prejuízo líquido de R$ 74,5 milhões, valor que é 23% menor que o prejuízo de R$ 96,8 milhões na comparação anual. Já o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) recuou 34,3%, na comparação com o mesmo período de 2022, alcançando os R$ 54,3 milhões.

Rede D’Or (RDOR3)

A Rede D’Or divulgou um lucro líquido de R$ 668 milhões no último trimestre do ano passado. O valor representa uma alta de 136,5% em relação ao quarto trimestre de 2022. Já o Ebitda ajustado ficou em R$ 1,772 bilhão no 4T23, crescimento de 45,7% na comparação anual.

Confira as últimas notícias de Invest:

Acompanhe tudo sobre:ArezzoGrupo SomaJBSJBSS3Empresas abertasIbovespa

Mais de Invest

Mega-Sena sorteia prêmio acumulado em R$ 42 milhões nesta quinta-feira; veja como apostar

Repercussão do balanço da Nvidia e da Ata do Fed: os assuntos que movem o mercado

Nvidia (NVDC24) dispara mais de 7% no pré-mercado após balanço do 1T24 surpreendente

IR 2024: Receita libera consulta ao maior lote da história; veja se você já recebe

Mais na Exame