Dow Jones: o que é e quais empresas compõem esse índice?

Um dos indicadores de maior relevância no mundo, o Dow Jones é muitas vezes não compreendido pelo público investidor em geral
 (Getty/Getty Images)
(Getty/Getty Images)
D
Da RedaçãoPublicado em 06/08/2022 às 11:00.

Um dos indicadores de maior relevância no mundo, o Dow Jones é muitas vezes não compreendido pelo público investidor em geral. Sendo assim, esse índice americano com expressivo destaque, representa o que afinal?

Este artigo explicará o que é Dow Jones e como ele serve para mostrar o ânimo do mercado financeiro em geral. Além disso, aprenderemos sobre seu funcionamento e se é possível ficar comprado, ou seja, investir nesse índice. 

O que é o índice Dow Jones?

O Dow Jones é um índice de ações, ou mesmo um indicador financeiro que representa o mercado americano como um todo. Nesse sentido, o Dow Jones é composto por cotações de 30 empresas dos Estados Unidos, empresas que costumam ser líderes setoriais e representam grande peso na bolsa norte-americana. 

Com isso, esse indicador possui grande importância tanto para o mercado nos Estados Unidos quanto para o mercado global. Em outras palavras, sua rentabilidade serve como base para direcionar investimentos em fundos ou mesmo para realização de comparativos com as demais bolsas de valores

Como resultado, o índice Dow Jones é um ótimo termômetro para a economia dos Estados Unidos e seu possível impacto mundo afora. Nesse sentido, é muito importante o conhecimento sobre este índice. 

Quais empresas compõem o Dow Jones?

Como já destacado anteriormente, a composição do Dow Jones conta com 30 empresas.

Acompanhe abaixo quais são as empresas que fazem parte do Dow Jones:

  • American Express;
  • Amgen;
  • Apple;
  • Boeing;
  • Caterpillar;
  • Chevron;
  • Cisco Systems;
  • Coca-Cola;
  • Dow;
  • Goldman Sachs Group;
  • Home Depot;
  • Honeywell International;
  • IBM;
  • Intel Corporation;
  • Johnson & Johnson;
  • JPMorgan Chase;
  • McDonald’s;
  • Merck;
  • Microsoft;
  • Nike;
  • Procter & Gamble;
  • Salesforce.com;
  • The Travelers Companies;
  • UnitedHealth Group Inc;
  • Verizon;
  • Visa;
  • Walgreens;
  • Walmart;
  • Walt Disney;
  • 3M.

Como surgiu o Dow Jones?

O Índice foi criado em 1896, fundado por Charles Dow e Edward Davis Jones, levando o nome de seus criadores. Ambos eram sócios e co-fundadores do Jornal com foco em economia e mercado, chamado The Wall Street Journal. 

Desde o início o índice possuía empresas lucrativas consideradas importantes em seus setores. Contudo, inicialmente havia apenas empresas ligadas ao transporte, e posteriormente empresas relacionadas a commodities.

No entanto, em 1916 o índice ganhou a composição mantida até hoje, limitando a um certo número de ações, que corresponde a 30. Obviamente, ainda que mantendo essa composição de 30 ações, houve mudanças relacionadas às empresas que compõem o índice ao longo desse tempo. 

Como investir no índice Dow Jones?

Não existe uma forma de operar diretamente o índice Dow Jones, contudo, assim como outros índices importantes, é possível investir em ETFs que acompanham esse indicador. 

Nesse sentido, um ETF, também conhecido como fundo de índice, possui exatamente esse objetivo, replicando carteiras teóricas, possibilitando buscar seguir os rendimentos associados ao índice Dow Jones

Além disso, outra possibilidade é investir diretamente nas ações que compõem o índice. Com isso, os investidores podem acompanhar o indicador de forma mais direta. Em suma, é uma opção mais prática para o Dow Jones, justamente por ser um índice composto por um número relativamente pequeno de ações, apenas 30.

Este artigo te ajudou a entender o que é Dow Jones? Confira outros conteúdos como esse em nosso Guia de Investimentos, como:

O que é Ibovespa?
O que é PIB?
O que é EBTIDA?