Exame logo 55 anos
Remy Sharp
Acompanhe:

Como são uma forma alternativa de investimentos, é importante entender toda a sua estrutura e como é possível comercializá-los e, consequentemente, auferir lucros.

O que é NFT?

O NFT é o acrônimo para “non-fungible token”, que em tradução literal significa token não-fungível, criado dentro da rede blockchain e que pode ser desde uma imagem até um vídeo, música ou mensagem.

Importante reforçar, que por se tratar de um token, a sua principal função é representar um ativo e, quem detém o token, se torna dono daquele ativo que ele representa.

Como o NFT é uma peça única, apenas quem o detém terá acesso e, mesmo que seja possível baixar na internet, este download será apenas uma cópia e não apresentará qualquer valor comercial.

O que significa “token não fungível”?

Um token não fungível nada mais é do que um ativo que todos podem visualizar e atestar a sua veracidade, mas sem que seja possível realizar qualquer modificação em sua estrutura.

Dessa forma, o token não fungível, mesmo sendo possível baixar cópias, somente quem possui o certificado, que está “cadastrado” dentro da blockchain, é considerado o verdadeiro detentor do token

Assim, sendo, a não fungibilidade quer dizer que esse token não poderá em nenhum momento ser substituído por outro, mesmo que eles apresentem as mesmas características, uma vez que existe apenas um registro dentro da blockchain.

Como investir em NFT?

Uma vez que todo NFT está em uma rede blockchain, o primeiro passo, após entender o que é o NFT, é abrir conta em uma exchange, isto é, uma corretora de criptomoedas.

Com a conta aberta, o próximo passo é comprar criptomoedas, pois apenas com elas será possível comercializar os NFTs.

Criptomoedas compradas, é hora de analisar as opções disponíveis, as quais serão ofertadas tanto dentro das principais corretoras, quanto em plataformas especializadas.

De maneira geral, toda a comercialização ocorre entre os vendedores, que podem ser o criador do NFT, ou outra pessoa que queira se desfazer daquele token.

Onde comprar NFT?

Existem diversos marketplaces onde é possível comprar os non-fungible token, mas as principais são:

  1. Binance NFT;
  2. Rarible;
  3. Solanart;
  4. SuperRare
  5. OpenSea

Entre todas as plataformas, a que notadamente é a mais conhecida, por ser a mais especializada, é a OpenSea.

Como ela foi criada com base na rede do Ethereum, para ser possível comercializar os NFTs na plataforma é necessário, basicamente, possuir Ether em carteira.

Com eles em mãos, é só escolher uma das obras ou coleções que estão dentro do marketplace e enviar uma ordem de compra para o vendedor.

Como criar um NFT?

Como grande parte do que envolve criptomoedas e ativos digitais, a criação de um NFT também é simples.

Nesse sentido, para criar um NFT dentro das plataformas onde eles são negociados, o primeiro estágio é conectar a sua carteira digital à plataforma escolhida para intermediação do ativo.

Com a carteira conectada, o próximo passo é enviar o seu NFT, que como dito no início do artigo pode ser desde uma imagem, até um modelo de GIF em 3D, sendo que a única exigência é um tamanho máximo de 100 megabytes.

Importante lembrar, ainda, que ao criar o NFT existem algumas taxas que a intermediadora irá cobrar. A primeira é conhecida como taxa de gas, que nada mais é do que a taxa para registro do NFT, ou seja, para a validação dela dentro da blockchain.

Além dela, algumas plataformas cobram uma taxa sobre o valor da venda do NF, que fica na casa dos 2,5% nas plataformas já citadas.

Um ponto importante a ser lembrado, também, é a possibilidade de criação de jogos com nft, como é o caso do Axie Infinity, entre outros que ganharam grande popularidade.

Qual é a diferença entre NFT e criptomoeda?

Apesar de ambos possuírem a utilização da blockchain como base para sua criação e comercialização, NFT e criptomoedas são ativos totalmente diferentes.

As criptomoedas possuem a característica de serem fungíveis, ou seja, elas podem ser divididas e é possível comercializá-las, isto é, enviar e receber Bitcoin, Ethereum e demais criptomoedas.

Já os NFTs, como o próprio nome diz, são não fungíveis, isto é, eles não podem ser divididos, portanto, só existe uma unidade de cada um dos tokens registrados na blockchain e não é possível transformar um NFT em dois, três ou mais ativos como ocorre com as criptomoedas.

Quais são os riscos dos NFTs?

Do mesmo modo do que ocorre com as criptomoedas, o NFT é um tipo de investimento que pode ser considerado como alternativo e uma forma de diversificação que deve ser realizada de forma prudente.

Isso ocorre, já que existem alguns riscos específicos atrelados a esses tokens, como é o caso do risco de liquidez.

Como cada ativo é único, existe uma grande dificuldade de encontrar compradores para o token e, se desfazer dele pode se tornar uma tarefa muito complexa.

Fora a dificuldade da venda, a falta de liquidez acarreta maior volatilidade na precificação, que é impactada tanto pela percepção de valor do token, mas também pela variação da criptomoeda na qual ele é precificado.

Existem ainda muitos casos de fraude dentro desse mercado, que é muito novo e ainda cheio de armadilhas. Portanto, quando realizar a compra de um NFT confira se ele realmente é daquele proprietário e se não é uma cópia de outra já existente que no fim irá valer zero.

10 nfts mais caro do mundo

Por serem ativos únicos, é natural que os NFTs apresentem um valor elevado, já que quanto maior a escassez de um bem, maior o preço a ser pago para possuí-lo.

Nesse sentido, existem alguns NFTs que chegam a valor algumas centenas de milhões de reais.

  1. The Merge: criado por Pak, a série de NFTs que compõem a obra foi vendida por US$ 91,8 milhões;
  2. Everydays: The First 5000 Days, é uma obra que contém 5 mil imagens e foi criado por Beeple, valendo cerca de US$ 69,3 milhões;
  3. Clock, também criado por Pak, é um NFT que conta os dias em que Julian Assange está preso e foi vendido por US$ 52 milhões;
  4. Human One, representa um astronauta em 3D e foi comercializada por US$ 28,9 milhões;
  5. CryptoPunk #5822, é um dos cryptopunks mais caros já vendidos, por cerca de US$ 23,7 milhões;
  6. Alien CryptoPunk #7523, foi criado no contexto da pandemia, tanto que ele possui entre todos os seus acessórios uma máscara e foi vendido por US$ 11,75 milhões;
  7. Punk #3442, uma versão do coringa, foi comercializado por US$ 10,5 milhões;
  8. CryptoPunk #4153, é um dos mais conhecidos e foi vendido por US$ 10,26 milhões;
  9. Alien CryptoPunk #5577, é caracterizado por seu chapéu de cowboy e foi vendido por US$ 7,7 milhões;
  10. Alien CryptoPunk #3100, é um avatar com faixa na cabeça que foi comercializado por US$ 7,6 milhões.

Você quer saber mais a respeito de NFTs, investimentos, finanças pessoais e negócios? Então leia os nossos outros artigos abaixo.

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Melhor investimento em renda fixa para 2024: entenda tudo sobre a renda fixa e suas oportunidades

seloGuia de Investimentos

Melhor investimento em renda fixa para 2024: entenda tudo sobre a renda fixa e suas oportunidades

Há um dia

Aposentar com ações: saiba como montar um portfólio de investimento para sua aposentadoria

seloGuia de Investimentos

Aposentar com ações: saiba como montar um portfólio de investimento para sua aposentadoria

Há 4 dias

Tributação da previdência: saiba qual o melhor regime e como declarar no imposto de renda

seloGuia de Investimentos

Tributação da previdência: saiba qual o melhor regime e como declarar no imposto de renda

Há 5 dias

Fundo de Previdência: entenda tudo sobre essa modalidade de investimento a sua aposentadoria

seloGuia de Investimentos

Fundo de Previdência: entenda tudo sobre essa modalidade de investimento a sua aposentadoria

Há 6 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

A regulamentação de cigarros eletrônicos pode trazer mais segurança para o consumidor?

A regulamentação de cigarros eletrônicos pode trazer mais segurança para o consumidor?

Escritórios Verdes, da JBS, regularizam 8 mil fazendas
EXAME Agro

Escritórios Verdes, da JBS, regularizam 8 mil fazendas

“Deixei o mundo corporativo para empreender com a Herbalife”

“Deixei o mundo corporativo para empreender com a Herbalife”

Loja pop-up da Lacoste em Trancoso conecta a marca com o verão brasileiro

Loja pop-up da Lacoste em Trancoso conecta a marca com o verão brasileiro

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais