Veja cinco small caps recomendadas para setembro pelo BTG

Analistas do banco retiraram da cesta de ações empresas das áreas de telecomunicações e tecnologia. Entenda
Ibovespa desvalorizou 6,3% nos últimos dois meses (Thana Prasongsin/Getty Images)
Ibovespa desvalorizou 6,3% nos últimos dois meses (Thana Prasongsin/Getty Images)
Juliano Passaro
Juliano Passaro

Publicado em 02/09/2021 às 14:17.

Última atualização em 02/09/2021 às 20:24.

O BTG Pactual digital divulgou nesta semana seu relatório mensal da carteira recomendada de small caps. Para setembro, o grupo de estrategistas e analistas do banco responsável pelas recomendações realizou duas alterações.

Sempre composta por cinco ativos, a carteira recomendada de small caps do BTG Pactual digital considera empresas que possuem um valor de mercado de até R$ 15 bilhões de reais.

O BTG Pactual digital estima que o mercado ficará volátil e andará "de lado" no curto prazo devido às preocupações fiscais. Por isso, os analistas do banco selecionaram duas empresas para entrar na carteira de setembro. São elas:

Orizon (ORVR3) - empresa de tratamento e valorização de resíduos;
SLC Agrícola (SLCE3) - empresa do setor agro.

Com isso, Oi (OIBR3) e Wiz S.A. (WIZS3) ficam de fora do portfólio de ações do mês. Foram mantidas na carteira:

3R Petroleum (RRRP3);
Lavvi (LAVV3);
Vamos (VAMO3).

De acordo com os analistas do banco, a percepção de aumento do risco fiscal e político explica quase que completamente o recuo nos preços das ações. O Ibovespa fechou o mês de agosto em queda e já desvalorizou 6,3% nos últimos dois meses. Entretanto isso pode significar uma oportunidade, já que a economia brasileira está se recuperando mais rápido do que era projetado há alguns meses.

Outro ponto que anima parte dos investidores é o avanço da vacinação, que vem ganhando força e teve o mês de agosto como o seu melhor até agora no Brasil. Mais de 135 milhões de pessoas já tomaram pelo menos a primeira dose e o país tem administrado cerca de 1,6 milhão milhão de doses por dia.

O fluxo estrangeiro também cresceu no Brasil. Em julho, houve a saída de R$ 8,3 bilhões de reais da bolsa de valores brasileira. Já em agosto, entraram R$ 6,6 bilhões de reais, graças ao interesse dos fundos pelos mercados emergentes.

Perspectivas para as novas empresas da carteira BTG Small Caps:

Orizon (ORVR3) - Os analistas enxergam uma possibilidade de crescimento da companhia com o leilão dos ativos da Estre, que teve seu plano de recuperação judicial aprovado em julho. E a Orizon, junto com o fundo da Jive, comprou a dívida sênior da empresa com um grande desconto. A Orizon mais do que dobraria sua base de ativos com o leilão de sete aterros sanitários da Estre, aumentando até R$ 120 milhões de reais em seu Ebitda.

SLC Agrícola (SLCE3) - Os analistas do BTG preveem que o crescimento da área plantada da SLC em cerca de 35% em ativos leves em 2022 permitirá que ela se beneficie da de uma grande alavancagem operacional, se consolidando como uma das poucas e melhores maneiras de participar do boom de preços de commodities.

De acordo com os especialistas, a ideia de negócio da SLC é ser um produtor de soja, algodão e milho de baixo custo. O BTG Pactual destaca ainda que a recente performance mais fraca nas ações da empresa oferece um bom ponto de entrada.