Inteligência Artificial

WWDC 2024: Apple pode anunciar emojis gerados por IA e parceria com OpenAI

Rumores indicam que empresa da maçã também pode estar negociando com o Google pelo Gemini, ou a Anthropic, que tem investimento da Amazon

Loja da Apple, nos EUA:

Loja da Apple, nos EUA:

Laura Pancini
Laura Pancini

Repórter de Tecnologia e Inteligência Artificial

Publicado em 27 de maio de 2024 às 10h38.

Última atualização em 4 de junho de 2024 às 10h03.

Tudo sobreInteligência artificial
Saiba mais

Rumores recentes indicam que a Apple pode revelar novas funcionalidades de inteligência artificial (IA) durante seu evento anual, a WWDC 2024, que acontece no dia 10 de junho. Semelhante ao Google, que recentemente anunciou a implementação de recursos de IA na maioria de seus apps, a empresa de Tim Cook deve anunciar soluções focadas em melhorar a usabilidade de seus dispositivos, em vez de introduzir soluções chamativas.

Segundo Mark Gurman, jornalista da Bloomberg, a Apple pode anunciar emojis gerados por IA e até uma parceria com a OpenAI — que pode estar numa posição menos favorável após a acusação de copiar a voz da atriz Scarlett Johansson.

Mas também há rumores de que a Apple pode estar trabalhando em um acordo com o Google para integrar o chatbot Gemini, além de uma possível colaboração com a Anthropic, que recentemente recebeu investimento de US$ 4 bilhões da Amazon. Tudo indica que a Apple está procurando por um chatbot para chamar de seu, assim como os celulares Android já contam com o Gemini como assistente padrão.

Por último, a empresa da maçã pode estar planejando manter grande parte do processamento de IA no próprio dispositivo, enquanto tarefas mais complexas seriam transferidas para a nuvem. A maioria desses recursos seria suportada por dispositivos lançados no último ano.

O que esperar da Apple no WWDC 2024?

Ainda segundo Gurman, a Apple pode apresentar o Projeto Greymatter, um conjunto de ferramentas de IA que seriam incorporadas a aplicativos como o guia de navegação Safari, Fotos e Notas, além de melhorias nas notificações do sistema operacional. Os novos recursos incluiriam a transcrição de memorandos de voz, retoque de fotos e sugestões automáticas para e-mails e mensagens de texto.

Enquanto a parceria com OpenAI, Google ou Anthropic não fecha, o assistente pessoal Siri também pode receber interações mais naturais, baseadas em grandes modelos de linguagem (LLM) desenvolvidos pela própria Apple. Há rumores de que o Siri no Apple Watch também será aprimorado para melhor funcionalidade em movimento.

Outro possível anúncio é o recurso de recapitulação inteligente, que forneceria resumos de notificações perdidas, mensagens de texto, páginas da web, artigos de notícias, documentos e outras formas de mídia.

Além das melhorias em IA, os rumores indicam que a Apple vai liberar a personalização da tela inicial do iOS 18. Assim, os usuários poderão alterar as cores dos ícones dos aplicativos e os posicionar livremente.

Conheça a sede da Apple

Acompanhe tudo sobre:AppleInteligência artificial

Mais de Inteligência Artificial

O brasileiro vai se adaptar a conversar com robôs, diz head de atendimento do BB

Uso de IA já não é mais uma escolha, diz Marcelo Braga, CEO da IBM

Lenovo lança primeiros notebooks Copilot+ com chips Snapdragon X no Brasil

ChatGPT está fora do ar? IA generativa apresentou instabilidade nesta segunda, 17

Mais na Exame