Collor e José Medeiros se destacam nas redes do Congresso e sobem no ranking

FSBinfluênciaCongresso lista semanalmente parlamentares com melhor performance nas redes sociais

O senador e ex-presidente da República Fernando Collor (Pros-AL) é o maior destaque da semana do ranking FSBinfluênciaCongresso, que mede o impacto parlamentar nas redes sociais. Ele conquistou o oitavo lugar após subir 20 posições graças a postagens bem humoradas, sobre temas relacionados ao mandato e que também mostram sua vida pessoal.

Entre os posts mais recentes está sua explicação para a ausência em evento promovido com ex-presidentes da República para incentivar a vacinação contra a covid-19. Como resposta aos curiosos, Collor publicou vídeo do Jornal Nacional, da TV Globo, em que os apresentadores relatam que ele não participou simplesmente...“porque não quis”. Ganhou quase 1.000 curtidas e 253 comentários, além de mais de uma centena de retuítes.

O alto do pódio no Senado continua dominado pelos antagonistas Humberto Costa (PT-PE) e Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ). O petista recuperou o primeiro lugar, que ocupava no ano passado, após avançar duas colocações. O filho do presidente da República está em segundo, acompanhado de perto por Jorge Kajuru (Cidadania-GO), em terceiro. O Podemos, com quatro integrantes, é o que possui mais senadores entre os 15 nomes do topo do ranking. O PT, com três representantes, e a Rede, com dois, vêm em seguida.

Confira aqui o ranking da semana no Senado Federal.

Câmara dos Deputados

A intensa participação do deputado José Medeiros (Podemos-MT) nas redes sociais rendeu-lhe o retorno ao topo do ranking FSBinfluênciaCongresso na semana entre 19 e 25 de janeiro. Com posts diários em defesa do governo Bolsonaro e críticas aos partidos de esquerda, o parlamentar avançou dez posições e alcançou o 13º lugar. Movimento semelhante fez Filipe Barros (PSL-PR), outro integrante da base governista, que chegou a quinta posição após saltar seis colocações.

Por sua vez, a candidatura à presidência da Câmara não ajudou André Janones (Avante-MG) no ranking que mede a influência parlamentar em redes sociais. Nome constante no levantamento, ele perdeu oito posições e estacionou em 12º. Nas duas semanas anteriores, ele estava em quarto. Uma das mais ativas congressistas em redes sociais, a deputada Joice Hasselmann (PSL-SP) também recuou dois lugares e ficou em 11º.

No topo do ranking, a movimentação mais significativa é de Carlos Jordy (PSL-RJ), que avança há três semanas em direção à liderança. Desta vez, ele ganhou mais duas colocações e atingiu a terceira posição, atrás apenas de Carla Zambelli, em primeiro, e Eduardo Bolsonaro, em segundo, ambos do PSL de São Paulo. O PSL, com oito nomes, mantém-se como o partido com mais integrantes na lista de 20 deputados mais influentes nas redes sociais.

Confira aqui o ranking da Câmara dos Deputados.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.