Preço do bitcoin despenca após China reforçar posição contrária às criptos

Criptomoeda registra queda com aumento da força vendedora após notícias sobre a China; análise de preço do ativo mostra que suporte pode frear movimento

A pressão vendedora de bitcoin aumentou drasticamente durante a útlima madrugada, horário comercial na Ásia, após a China reiterar sua posição - já bastante antiga - em relação aos criptoativos, à mineração e à negociação de criptomoedas no país.

Após a divulgação do comunicado, o preço do bitcoin despencou, retornando a patamares abaixo dos 42 mil dólares, com uma queda de aproximadamente 5% nas últimas 24 horas. Inicialmente, o próximo suporte a ser testado está na faixa dos 40 mil dólares, que pode ter força suficiente para frear o movimento de queda.

Uma série de quedas a partir do nível de resistência de 50 mil dólares refletem uma desaceleração no movimento de alta nesse mês. A tendência do médio prazo se enfraqueceu, apesar da possibilidade dos compradores do curto-prazo defenderem níveis de suporte mais baixos final de semana adentro.

O bitcoin é negociado por 41.074 dólares no momento, representando quedas de 5,47% nas últimas 24 horas, segundo dados do CoinMarketCap.

 (TradingView/Reprodução)

O índice de força relativa (RSI) no gráfico diário está saindo de níveis sobrevendidos na última semana, o que poderia limitar a pressão vendedora.

A média móvel de 100 períodos em 40 mil dólares pode promover o suporte no curto-prazo. Se ultrapassada, o próximo nível de suporte é visto próximo de 36 mil dólares, o que é a metade da variação de preço nos últimos quatro meses.

A resistência continua forte acima de 46 mil dólares, conforme compradores continuam a realizar lucro.

Texto traduzido e republicado com autorização da Coindesk

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também