Justin Bieber compra NFT e Bored Ape se torna a coleção mais cara do mundo

Cantor segue os passos de Neymar, Eminem e outros famosos e compra NFT de "macaco entediado" por quase R$ 7 milhões; coleção já superou os CryptoPunks como a mais cara do mundo
 (Reprodução/BAYC/CryptoPunks)
(Reprodução/BAYC/CryptoPunks)
Por Gabriel RubinsteinnPublicado em 31/01/2022 15:49 | Última atualização em 31/01/2022 16:06Tempo de Leitura: 4 min de leitura

A febre dos NFTs da coleção Bored Ape Yacht Club (BAYC) atingiu mais uma celebridade. No último fim de semana, o astro da música Justin Bieber comprou o token #3001 (foto baixo) pelo equivalente a 1,3 milhão de dólares (quase 7 milhões de reais).

Bieber é mais um na extensa lista de celebridades que possuem tokens da famosa coleção dos macacos entediados, como o craque brasileiro Neymar, que comprou dois Bored Apes na última semana. Além dele, nomes como Stephen Curry, da NBA; o apresentador Jimmy Fallon; a socialite Paris Hilton; e os rappers Eminem, Timbaland e Post Malone; entre vários outros.

(BAYC/OpenSea/Reprodução)

A Bored Ape Yacht Club é uma coleção de tokens não fungíveis que rodam no blockchain Ethereum. Eles incluem desenhos de macacos entediados cuja combinação de cores, características físicas e acessórios foram geradas randomicamente. Existem 10.000 NFTs na coleção, a as diferentes combinações determinam também quais os tokens mais raros (e caros).

Quando lançados, em abril de 2021, os NFTs da BAYC custavam 0,08 ETH, ou cerca de 200 dólares na cotação da época. Atualmente, os tokens mais baratos desta coleção não saem por menos de 114 ETH, o equivalente a quase 310.000 dólares (1,65 milhão de reais).

Além dos Bored Apes, o cantor Justin Bieber tem vários outros tokens não fungíveis na carteira que ele utilizou para realizar a compra mais recente, incluindo alguns NFTs de coleções famosas como Doodles e CloneX.

BAYC supera CryptoPunks

O modelo de NFTs com imagens criadas randomicamente por um computador, conhecido popularmente como "colecionáveis", existe desde muito antes do lançamento da BAYC. O seu maior representante, possivelmente a primeira coleção do tipo a se popularizar, foram os CryptoPunks.

Os "Punks" são desenhos de 24x24 pixels, com aparência pixelada, estilo videogames 9-bit. Também existem 10.000 tokens deles, todos com combinações aleatórias. Por ser uma das coleções pioneiras, se tornaram muito valiosos, e dominaram o mercado de NFTs nos últimos dois anos - não por acaso, vários "Punks" aparecem entre os 10 NFTs mais caros de 2021.

Mas a situação começou a mudar em 2022. Com a popularização dos BAYC e a entrada de famosos no seleto grupo de proprietários desses tokens, o preço mínimo dos macacos entediados subiu vertiginosamente, fazendo desta a coleção de NFTs mais cara da atualidade.

Com preço mínimo de 114 ETH, a BAYC superou com folga o preço mínimo (chamado de "floor price" nas plataformas de NFT) dos CryptoPunks. No momento, o "Punk" mais barato custa 80 ETH, o equivalente a 216 mil dólares (1,14 milhão de reais) - um valor 30% abaixo do seu principal "concorrente".

CryptoPunks x BAYC

Preço mínimo dos NFTs da BAYC supera o dos CryptoPunks (Hildobby/Dune Analytics/Reprodução)

No preço médio diário dos tokens, a BAYC também fica bastante à frente. Nesta segunda-feira, 31, os "Apes" foram negociados por um valor médio de 120 ETH (324.000 dólares), contra 81 ETH (218.500 dólares) dos "Punks".

A primeira vez que os tokens da BAYC superaram os CryptoPunks foi em dezembro de 2021, mas desde então eles vinham se alternando na lidança do ranking de NFTs com preço mínimo mais alto. Isso começou a mudar nas últimas duas semanas, quando a BAYC se consolidou à frente.

Apesar da liderança, os Bored Apes ainda estão longe do valor total movimentado pelos CryptoPunks. Enquanto os BAYC movimentaram cerca de 960 milhões de dólares em sua história, os "Punks" já passaram de 2,1 bilhões. A diferença, entretanto, tende a diminuir conforme a atividade de negociações de "Apes" seguir mais alta do que dos "Punks".

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube | Telegram | Tik Tok