Elon Musk defende criptomoedas e confirma que SpaceX também tem bitcoin

Bilionário revelou que a SpaceX também possui a criptomoeda em seu balanço patrimonial e confirmou que a Tesla deverá voltar a aceitar o bitcoin como forma de pagamento

Em um debate durante o "The ₿ Word", evento online organizado pelo CEO do Twitter, Jack Dorsey, e pela CEO da Ark Invest, Cathie Wood, o fundador e CEO da Tesla, Elon Musk, contou que não apenas a Tesla mantém os bitcoins adquiridos em fevereiro como afirmou que a SpaceX, empresa de exploração espacial também comandada por ele, também tem a criptomoeda em seu balanço patrimonial.

“Eu tenho bitcoin, a Tesla tem bitcoin, a SpaceX tem bitcoin. E eu pessoalmente tenho um pouco de ether e dogecoin, é claro”, disse o sul-africano, famoso por publicar mensagens a favor da criptomoeda-meme em suas redes sociais pessoais.

Esta foi a primeira vez que Musk revelou que a SpaceX também possui bitcoin, confirmando as especulações em volta da empresa sobre uma possível aquisição de unidades da criptomoeda após a compra de 1,5 bilhão de dólares em bitcoin feita pela Tesla em março.

Além disso, o bilionário também afirmou que a Tesla deverá voltar a aceitar o bitcoin como forma de pagamento em breve, principalmente após as mudanças nas matrizes energéticas utilizadas no processo de mineração do criptoativo. Entretanto, para que isto ocorra, Musk irá realizar um estudo mais profundo sobre o consumo energético da rede para assegurar que pelo menos 50% da energia utilizada seja proveniente de fontes renováveis.

“Quero realizar um processo mais profundo de due diligence para confirmar que o percentual de uso de energia renovável [na mineração] é superior a 50% e que há uma tendência de crescimento neste número. Nesse caso, a Tesla vai voltar a aceitar o bitcoin”, disse Elon Musk.

Operando em alta nesta quarta-feira, principalmente após o BNY Mellon anunciar a parceria com a State Street e outros grandes bancos para a criação de uma corretora de criptoativos, o bitcoin teve uma alta de 1,4% após os comentários do bilionário e se aproximou da faixa dos 33.000 dólares.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também