Esporte

Final da Libertadores 2023: Fluminense faturou mais que o Boca Juniors em 2022; veja comparativo

Estudo divulgado pela SportValue, empresa de marketing esportivo, mostrou as diferenças financeiras entre os finalistas da Libertadores 2023

Fluminense x Boca Juniors: O Fluminense sai na frente faturando R$ 347 milhões em 2022, enquanto o Boca o valor de  R$ 311 milhões (Buda Mendes/Getty Images)

Fluminense x Boca Juniors: O Fluminense sai na frente faturando R$ 347 milhões em 2022, enquanto o Boca o valor de  R$ 311 milhões (Buda Mendes/Getty Images)

Antonio Souza
Antonio Souza

Repórter da Home e Esportes

Publicado em 4 de novembro de 2023 às 04h00.

Neste sábado, 4, Fluminense e Boca Juniors entram em campo pela final da Libertadores 2023. As equipes, que dentro de campo mostraram regularidade durante a competição, revelaram uma pequena disparidade nas receitas em 2022.

Um estudo divulgado pela SportValue, empresa de marketing esportivo, mostrou as diferenças financeiras entre os finalistas da Libertadores 2023. O Fluminense sai na frente faturando R$ 347 milhões em 2022, enquanto o Boca o valor de  R$ 311 milhões.

Receitas

Chegando a sua segunda final de Libertadores, os R$ 347 milhões faturados pelo Fluminense em 2022 registrou crescimento 856% em relação a 2021. O Tricolor carioca teve um superávit acumulado de R$ 74 milhões nos últimos oito anos, mostrando um cenário estável em relação a suas finanças.

Do outro lado, o Boca, fechou com superávit de R$ 10 milhões. As transferências de jogadores e aquisição de sócios torcedores foram as principais fontes de receita do clube, que somados chegaram a R$ 149 milhões. 

A grande disparidade registrada entre as equipes foi nos direitos de TV. O Fluminense arrecadou o triplo que o Boca, faturando R$ 151 milhões, contra apenas R$ 41 milhões dos argentinos.

Em entrevista a EXAME, Paulo Calçade, comentaristas dos canais ESPN, afirma que essa diferença de arrecadações entre as equipes é de acordo com o mercado de cada país. "As negociações para compra de transmissões no Brasil e na Argentina são diferentes. Os preços diferem pois isso está vinculado ao tamanho do mercado e o movimento econômico do país na negociação. A situação do Brasil perante a Argentina atualmente é fantástica, então os argentinos com a crise, acabam sendo afetados nisso, destacou.

Veja o comparativo

Arrecadação em Premiações

LEIA TAMBÉM:

Acompanhe tudo sobre:FutebolCopa Libertadores da América

Mais de Esporte

Paquetá é denunciado por envolvimento com apostas; saiba se o jogador pode ser banido do futebol

Roland Garros 2024: torneio oferece premiação com valor recorde; veja

GP de Mônaco de F1 2024: horários e onde assistir ao vivo

Palmeiras e Chelsea fecham acordo milionário por Estêvão; entenda os detalhes da negociação

Mais na Exame