Esporte
Acompanhe:

Barcelona com logo da gravadora do rapper Drake no uniforme? Entenda a ação

Especialistas indicam que iniciativas como essas, envolvendo patrocinadores, devem se tornar cada vez mais comuns no esporte

Barcelona surpreendeu ao anunciar que fará uma homenagem ao rapper Drake (Barcelona/Divulgação)

Barcelona surpreendeu ao anunciar que fará uma homenagem ao rapper Drake (Barcelona/Divulgação)

D
Da Redação

Publicado em 14 de outubro de 2022, 14h48.

Última atualização em 14 de outubro de 2022, 15h19.

Às vésperas do clássico contra o Real Madrid, que acontece neste domingo, 16, pelo Campeonato Espanhol, o Barcelona surpreendeu ao anunciar que fará uma homenagem ao rapper Drake. Na partida diante do maior rival, o time estampará o logo da gravadora do artista canadense na região central do uniforme. O Spotify, patrocinador máster, está à frente dessa ação e cederá o espaço que costuma ocupar no manto.

Segundo o comunicado do clube, Drake irá receber esse reconhecimento por se tornar o primeiro artista a alcançar a marca de 50 bilhões de reproduções na plataforma de música. Após o anúncio oficial, Drake publicou em seu Instagram uma imagem da camisa, com o seu nome e o número 50 estampados nas costas.

Pedro Melo, Chief Commercial Officer (CCO) do Atlético-MG e responsável pelos contratos de patrocínios do clube, analisa a novidade de maneira positiva e acredita que iniciativas como essa devem se tornar recorrentes no âmbito esportivo.

"Uma ação como essa atrai muito a atenção das pessoas e do mercado como um todo. Por ser algo que gera curiosidade e que foge do comum, a marca que fez a ação, no caso o Spotify, alcança, até mesmo de forma orgânica, mais reconhecimento e relevância. De certa forma, é uma prática pouco comum, relativamente nova e que poderá servir de inspiração para novos acordos entre clubes e empresas", destaca.

VEJA TAMBÉM

Quem é Kvaratskhelia, sensação da Liga dos Campeões que já foi comparado a Maradona no Napoli

Não é o Neymar: saiba quem é o brasileiro entre os 10 jogadores mais valiosos do mundo

"Acredito que esta pode ser uma tendência, pois gera ainda mais valor para o patrocinador máster que investe muito dinheiro para ter direito às propriedades. Com a opção de fazer ações como essas, que divulgam outros ativos da empresa, o patrocínio se torna ainda mais potente, relevante e atraente para as marcas", acrescenta.

Para Bruno Maia, CEO da Feel The Match e executivo de inovação e novas tecnologias no esporte, esse tipo de ativação é algo que poucos clubes ainda têm enxergado.

"Os executivos já vêm apontando que o futebol está no radar da estratégia de expansão da marca há algum tempo. Em 2021, muito se especulou sobre uma oferta que o dono da empresa (Spotify) teria feito para comprar o Arsenal. A combinação de futebol e outras formas de entretenimento também são uma tendência forte de negócios para os próximos anos, sobretudo porque o contexto de consumo hoje aproxima muito mais áreas que antes eram distantes na rotina do consumidor".

VEJA TAMBÉM

Copa do Mundo 2022: Veja quanto a Fifa vai pagar aos times que cederem jogadores para o Mundial

Copa do Mundo e Funk: KondZilla revela detalhes de "Funkbol", nova produção da Paramount