Setor de serviços cresce acima do esperado em novembro

Crescimento foi de 2,6% em relação a outubro; recuo anual ficou em 4,8%, enquanto o mercado trabalhava com uma queda de 6,4%

O volume de serviços referente ao mês de novembro cresceu 2,6% em relação a outubro, acumulando ganhos de 19,2% de junho a novembro, na série com ajuste sazonal, informou o IBGE nesta quarta-feira, dia 13. Na comparação com novembro de 2019, houve um recuo anual de 4,8%. A expectativa do mercado era de uma retração maior, de 6,4%.

O volume de serviços caiu 8,3% no acumulado do ano, em relação ao mesmo período de 2019. O desempenho dos setor nos últimos 12 meses sofreu uma redução de 7,4%. 

Em novembro, os destaques foram de serviços prestados a famílias (crescimento de 8,2%), serviços profissionais e administrativos (2,5%) e transportes (2,4%).

Para recuperar a queda de 2020, registrada em função da pandemia, o setor ainda precisa crescer mais. Na comparação anual, houve queda no segmento de serviços profissionais e administrativos (-10,7%), serviços prestados a famílias (-26,2%) e transportes e correio (-3,7%). 

Em comunicado, o time de macroeconomia do BTG Pactual ressaltou o resultado acima do esperado em novembro, mas também alertou para as incertezas que podem prejudicar o desempenho do setor.

“Para os próximos meses, o cenário deve ser mantido, mas ainda há muita incerteza, principalmente pela cautela dos consumidores, pelo cenário desafiador no mercado de trabalho e proximidade do fim do auxílio emergencial”, informou o BTG Pactual. “Apesar da melhora, o setor permanece abaixo dos níveis pré-pandêmicos”.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.